Punição

Patrícia Domingos recebe suspensão da SDS por “faltar à verdade no exercício de suas funções, malícia ou má-fé”; delegada rebate acusações

A servidora é acusada de divulgar "informações que não condizem com a verdade" em entrevista e também em Audiência Pública na Câmara dos Deputados.

A delegada Patrícia Domingos (Podemos), ex-candidata a Prefeitura do Recife, recebeu uma suspensão de seis dias, convertida em multa, pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE). De acordo com o boletim, a suspensão foi aplicada por “faltar à verdade no exercício de suas funções, por malícia ou má-fé”.

O site havia noticiado que a servidora tinha sido afastada, mas de acordo com o boletim da SDS, a suspensão foi convertida em multa de 50% da remuneração diária.

O comunicado diz ainda que Patrícia Domingos “faltou com a verdade” durante entrevista concedida ao programa Balanço Geral, veiculado na TV Clube, e também em Audiência Pública Extraordinária da Comissão de Segurança Pública e Combate a Crime Organizado da Câmara dos Deputados, realizada no dia 4 de setembro de 2019. Na ocasião, Patrícia teria  divulgado “informações que não condizem com a verdade”. A audiência teve como pauta a Extinção da DRACMA no Estado de Tocantins.

Veja também:
>>>Patrícia Domingos critica licitação milionária para compra de celulares pela Câmara do Recife

Ainda no boletim da SDS, assinado pelo novo secretário Humberto Freire, cita que Patrícia não teria informado “à chefia imediata sobre as diversas irregularidades constatadas na extinta Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (DECASP)”, no qual era responsável.

Sobre a punição, a servidora afirmou que vai recorrer inclusive às instâncias judiciais, caso necessário.

“Querem me punir por exercer meu direito constitucional à liberdade de expressão. A decisão sequer menciona em que momento da minha fala eles consideram que houve falta de verdade. Vou recorrer e a justiça vai prevalecer, nem que eu precise ir às instâncias judiciais”, disse Patrícia Domingos.

Eleições 2020

Candidata pela primeira vez a um cargo público, Patrícia ficou em quarto lugar na corrida municipal com 14%, um total de 112.296 votos. A delegada chegou a receber o apoio do presidente Jair Bolsonaro e foi até Brasília-DF participar de uma de suas lives.

Delegada há 12 anos, antes de pedir afastamento das atividades para ser candidata pelo Podemos, Patrícia estava lotada no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Também já foi titular da extinta Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e de delegacias de bairros.

Atualmente Patrícia Domingos exerce a função de delegada adjunta da Delegacia de Polícia de Atos Infracionais, ligada ao Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), no Recife.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal