Recuperação

Ministro do Desenvolvimento Regional recebe alta após cirurgia de emergência

Na sexta-feira, 16 de julho, Rogério Marinho teve um mal-estar e precisou realizar uma cirurgia para a colocação de um stent.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, recebeu alta por volta das 16h do último sábado, 17 de julho, após passar por uma cirurgia. Ele estava internado em um hospital de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia.

Ontem (16), Marinho teve um mal-estar e precisou realizar a cirurgia para a colocação de um stent, uma espécie de “malha” feita de metal que é usada para restaurar o fluxo sanguíneo na artéria.Ministro, Ministro do Desenvolvimento Regional recebe alta após cirurgia de emergênciaMinistro, Ministro do Desenvolvimento Regional recebe alta após cirurgia de emergência

“Acabo de receber alta. Agradeço a todos pelas mensagens de apoio e orações. Na próxima sexta-feira, se Deus quiser, já estaremos de volta ao trabalho por um Brasil melhor”, postou o ministro em suas redes sociais.

Veja também:
>>>Bolsonaro despacha por videoconferência enquanto se recupera em hospital de São Paulo

Rogério Marinho estava a caminho de Porto Seguro, também no sul da Bahia, onde passaria férias com a família, quando sentiu o mal-estar. Ele tem 57 anos.

Bolsonaro fica internado

O presidente da República, Jair Bolsonaro, postou no sábado (17), um vídeo em uma rede social em que caminha pelos corredores do Hospital Vila Nova Star, localizado em São Paulo. Na postagem o presidente destaca que seu quadro está em evolução: “Seguimos progredindo. Bom Dia a todos!”, disse.Presidente, Presidente Bolsonaro sobre estado de saúde: “Seguimos progredindo”Presidente, Presidente Bolsonaro sobre estado de saúde: “Seguimos progredindo”

No fim da manhã, o presidente  ainda participou da live de inauguração de uma agência da Caixa em Missão Velha, no Ceará. Ele falou sobre o trabalho que está sendo feito para o pagamento do auxílio emergencial.

“Não é fácil bolar um programa para pagar 68 milhões de brasileiros em poucos dias”, disse, lembrando que, só no ano passado, o governo pagou em auxílio o equivalente a cerca de dez anos de Bolsa Família.

O presidente Jair Bolsonaro deu entrada na quarta-feira, 14 de julho, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, para a realização de exames para investigar a causa de soluços persistentes que vem tendo há alguns dias. A medida foi tomada por decisão de sua equipe médica.

Da redação do Portal de Prefeitura com informações da Agência Brasil. 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal