Hospitalizado

“Deus sempre esteve, e estará no controle de todas as coisas”, diz Michele Bolsonaro sobre estado de saúde do presidente

Ela e o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, estão acompanhando o mandatário no hospital. 

Com o atual estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que foi internado no Hospital Vila Nova Star em São Paulo, na última quarta-feira (14), a primeira dama, Michelle Bolsonaro, postou em seu Instagram uma foto da asa de um avião, indicando que ela estava viajando, com a frase: “Deus sempre esteve, e estará no controle de todas as coisas”. Ela e o filho do presidente, o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro, o estão acompanhando no hospital.

A família do mandatário tem acompanhado o estado de saúde do capitão da reserva. Antes, ele estava no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, mas o seu médico, o Dr. Antônio Luiz de Macedo solicitou uma transferência para a capital paulista.

Veja também:
>>>Bolsonaro não fará cirurgia por enquanto, diz hospital

Na rede social, o presidente publicou um emoji com sinal de positivo e outro com a bandeira do Brasil.

Em boletim médico divulgado na noite desta quarta-feira (14), a equipe médica informou que, por enquanto, está descartada qualquer intervenção cirúrgica e o presidente receberá tratamento conservador, ou seja, à base de medicamentos e outros procedimentos não invasivos.

“O senhor presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador”, diz o boletim, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo (cirurgião-chefe), Ricardo Camarinha (cardiologista do presidente), Leandro Echenique (clínico e cardiologista), Antônio Antonietto (diretor médico do hospital) e Pedro Henrique Loretti (diretor-geral do hospital). Não foi informado por quanto tempo o presidente deverá permanecer internado.

O presidente chegou à unidade  por volta das 19h, depois de ter passado o dia internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, onde passou por exames e alguns procedimentos.

A decisão de transferir Bolsonaro para São Paulo foi tomada pelo médico Antonio Luiz Macedo, responsável pelas cirurgias no abdômen do presidente. Nos últimos dias, o presidente vinha enfrentando uma crise de soluços. Ele embarcou de Brasília para a capital paulista pontualmente às 17h30.

Por causa internação, a agenda do presidente foi cancelada. Nesta manhã, ele participaria de uma reunião entres os presidentes do Judiciário, Executivo e Legislativo para discutir as relações entre os Poderes. O encontro será reagendado.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal