Organização

Assembleia Legislativa de PE elabora projeto de construição de edifício garagem para servidores

O assunto foi tratado durante reunião na Alepe, que aconteceu na tarde da terça-feira, 13 de julho.

A fim de minimizar os impactos causados pelo volume de veículos que diariamente são estacionados nas imediações do prédio da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), foi elaborado um projeto para a construção de um edifício garagem para os servidores da Casa. O assunto foi tratado durante reunião na Alepe, que aconteceu na tarde da terça-feira, 13 de julho.

O edifício garagem será construído no limite existente entre a rua Mário Melo e rua da Aurora, numa área de terreno com 1.219,79 metros quadrados e a uma distância de pouco mais de 336 metros do Palácio Joaquim Nabuco. A edificação terá uma área total construída de 6.058,66 metros quadrados.

O projeto prevê a construção de quatro pavimentos e contemplará 164 vagas de estacionamento, sendo seis reservadas para acessibilidade. Ainda terá bicicletário e algumas vagas para motocicletas. Dois elevadores com capacidade para oito passageiros, cada, vão atender a demanda do prédio.

“Todo o edifício foi pensado de forma inteligente, e será utilizada a estrutura pré-moldada em sua construção visando a celeridade da conclusão da obra”, informou o Primeiro-secretário, deputado Clodoaldo Magalhães.

Ele ainda adiantou que o projeto foi elaborado pelo renomado arquiteto Carlos Fernando Pontual, tendo sido contratada a empresa TPF Engenharia para elaboração dos projetos de engenharia.

Da redação do Portal com informações da Alepe

Leia mais:
>>> Co-deputada do PSOL relata atitude “racista e classista” de deputado durante sessão da Alepe

Auxílios de Saúde

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, no dia 30 de junho, por unanimidade, um projeto de lei que dá autonomia aos deputados estaduais para reajustar os auxílios saúde e alimentação dos servidores do Legislativo.

Além disso, o plano permite que sejam modificados os valores da verba indenizatória deles próprios, que vai passar a se chamar “cota parlamentar”.

Após um debate pela internet, 42 deputados votaram a favor. A aprovação do projeto de lei ocorreu no último dia de trabalho da Alepe antes do recesso Legislativo.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal