Ameaça

Bolsonaro diz que uma autoridade brasileira estaria sendo chantageado por ter sido filmada fazendo sexo

O presidente alega que o principal objetivo da chantagem seria conseguir 'quebra de sigilo, determinação de buscas e apreensões e prisões arbitrárias'.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) escreveu em uma publicação na sua conta no Twitter que supostamente uma autoridade brasileira, provavelmente do Judiciário, foi filmada fazendo sexo e está sendo chantageada para quebrar sigilos e decretar prisões arbitrárias.

Ao escrever, o presidente usa o pseudônimo Daniel para a pessoa que estaria de posse do vídeo de uma determinada autoridade, e afirma que o Daniel estaria usando a filmagem para chantagear e conseguir ‘quebra de sigilos, determinação de buscas e apreensões, prisões arbitrárias, etc’. 

Confira o texto: 

“Vamos supor uma autoridade filmada numa cena com menores (ou com pessoas do mesmo sexo ou com traficantes) e esse alguém (‘Daniel’) passe a fazer chantagem ameaçando divulgar esse vídeo.

Parece que isso está sendo utilizado no Brasil (importado de Cuba pela esquerda) onde certas autoridades tomam decisões simplesmente absurdas, para atender ao chantageador (‘Daniel’).

Quando nada têm contra seu alvo principal, vão para cima de filhos, parentes, e amigos dos mesmos.

Inquéritos e acusações absurdas… Daí quebram sigilos, determinam buscas e apreensões, decretam prisões arbitrárias, etc”.

 

Veja também:
>>>Bolsonaro lança Programa Habite Seguro com R$ 100 milhões para policiais financiarem compra da casa própria; veja os detalhes

Veja a publicação:

Nos comentaristas da página do presidente identificam Daniel como sendo José Dirceu.

Enquanto do outro lado a autoridade seria o Ministro do STF, Alexandre Morais, pela  decisão do ministro de ter aberto novo inquérito para investigar possível organização criminosa dedicada ao ataque às instituições.

Como se sabe, por razões que não encontram amparo nos fatos, a PGR manifestou-se pelo arquivamento de inquérito anterior, sem ver motivos para oferecer denúncia, embora a Polícia Federal tenha encontrado coisas assombrosas.

Bolsonaro também tem afirmado que ministros do STF resolveram se organizar em complô para eleger Lula. As decisões recentes sobre Sergio Moro seriam parte de uma arquitetura com esse objetivo, que se complementa com o voto eletrônico.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal