Opinião

Paulo Guedes: “Presidente não entra em conversa furada de corrupção”

Segundo o ministro da economia, há muita gente “tentando sempre fazer negócio em volta de governo”.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, rebateu nesta quinta-feira (1) as denúncias de que o governo pediu propina na negociação por vacinas.

Em live com o empresário Abílio Diniz, Guedes disse que Jair Bolsonaro não entra “em conversa furada de corrupção”.

“Como eu estou aqui dentro e estou vendo a determinação do presidente…O presidente não entra em conversa furada de corrupção, não dá nem espaço para esse tipo de conversa. Quando eu vejo uma coisa dessa eu até acho bom se pegarem uma coisa errada. Tá bom, pega logo e vamos tirar. Eu tenho certeza que em nenhum momento isso vai atingir o presidente.”

Ver mais:

>> Paulo Guedes afirma que arrecadação recorde reflete retomada da economia

>> Arrecadação federal sobe 18,5% e bate recorde para meses de março

>> Projeção de crescimento do PIB em 2021 passa de 3,2% para 3,5%, indica Ministério da Economia

Segundo Guedes, há muita gente “tentando sempre fazer negócio em volta de governo”.

“Tem gente o tempo inteiro entrando pela janela, pela chaminé, embaixo do tapete. Tem sempre gente querendo fazer coisa errada.”

Nesta quinta-feira (1), Luiz Paulo Dominguetti disse à CPI que o então diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, pediu propina nas negociações com a Davati Medical Suply.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal