Repercussão

Escola de PE rebate campanha LGBTQIA+ da Burger King: “Nossas crianças estão sob ataque”

Nas redes sociais a escola rebate a campanha da rede de fast food, afirmando que as crianças “estão sendo atacadas” e que a peça publicitária é uma “seta inflamada do inimigo”.

A divulgação de uma propaganda da Burger King, em que usa crianças para “ensinar” aos adultos o que é a comunidade LGBTQIA+, recebeu críticas de uma escola particular localizada em Camaragibe, no Grande Recife.

Nas redes sociais a escola rebate a campanha da rede de fast food, afirmando que as crianças “estão sendo atacadas” e que a peça publicitária é uma “seta inflamada do inimigo”. A unidade de ensino pediu a atenção das famílias cristãs para “defender nossos filhos”.

Veja mais:
>>>Burger King usa apelo infantil na defesa LGBTQIA+

“Este é apenas um dos muitos ataques que eles enfrentam todos os dias, sem antes estarem preparados. Nós, como pais, precisamos defender os nossos filhos e nos posicionar”, disse a escola em um trecho da publicação. 

Confira: 

Em nota, o governo afirmou que “repudia qualquer ato de violência, preconceito ou discriminação contra a população LGBTQIA+” e que “é importante a sociedade em geral, bem como a própria população LGBTQIA+, vítima de violação, denunciar qualquer ato violador dos seus direitos”.

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco afirmou também que encaminhou esse caso ao Centro Estadual de Combate à Homofobia, ligado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos, que analisará o conteúdo e adotara as providências cabíveis.

Líderes religiosos

Vários líderes religiosos convocaram os cristões a um boicote conta a rede de fast food Burger King, após causar polêmica nas redes por divulgação uma propaganda em que usa crianças para “ensinar” aos adultos o que é a comunidade LGBTQIA+. O mote da campanha é a pergunta: “Não sabe explicar o que é LGBTQIA+ para as crianças? Aprenda com eles”.

O deputado estadual pastor Cleiton Collins (PP), criticou o comercial propagado pela Burger King, convocando um boicote contra a empesa.

“O cristão que vai ao Burger King está colaborando com práticas não cristãs”, afirmou o parlamentar.

Nas redes sociais a vereadora do Recife Missionara Michele Collins (PP) aderiu a campanha contra a marca e também diz aos cristões que não comprem na rede. Na legenda da publicação a parlamentar pede para que “entrem no canal do YouTube “burger king BR” e deem deslike no vídeo e denunciem”.

“Deixem as nossas crianças em paz! Criança tem que estudar, brincar, ser feliz e amada!”, escreveu Michele Collins.

Também nas redes sociais, a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) falou sobre a campanha publicitária da rede de fast food e escreveu: “Seja o que você quiser ser, mas não mexa com as nossas crianças”.

Veja: 

Repercussão nacional

O conteúdo apresentado pela empresa recebeu repúdio de grandes líderes religiosos do cenário cristão nacional, que afirmaram que deixarão de consumir seus produtos, entre eles o Pastor Silas Malafaia, o deputado federal pastor Marco Feliciano e o Doutor Alvaro Mendes, do Centro Dom Bosco.

Veja: 

Confira também publicado no canal do YouTube do Centro Dom Bosco: 

A campanha da Burger King, que foi ao ar na quarta-feira, 23 de junho, e recebeu reações negativas nas redes e muitos internautas citavam versículos da Bíblia nos comentários. 
“Jesus deixou bem claro – Mateus 18:6 – Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar. Abram seus olhos!”, dizia um comentário com cerca de 4 mil curtidas. 

Em outros, um usuário criticava a rede por colocar crianças para falar sobre o tema da diversidade sexual. “Respeitar qualquer ser humano é uma obrigação, agora fazer isso com crianças é forçar a barra demais da conta, é lamentável! Deus tenha misericórdia dos nossos pequeninos!”, escreveu uma mulher.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal