Benefício

Vereadores de Petrolina aumentam valor da verba que recebem para combustível; veja quanto foi o reajuste

A proposta foi aprovada pela maioria da Câmara Municipal.

A Câmara Municipal de Petrolina aprovou, no último dia 23 de junho, o projeto de lei 120/21, de autoria do vereador e atual presidente da Mesa Diretora, Aero Cruz (MDB), que aumento o subsídio do combustível destinado aos veículos dos gabinetes dos vereadores.

Com isso, a verba passa de R$ 2 mil para 3 mil. O vereador Gilmar Santos (PT) se voltou contra a proposta e solicitou a retirada do PL, mas não teve o pedido atendido.

Veja também: 

>>>Ex-servidora da prefeitura de Petrolina vai devolver aproximadamente R$ 270 mil de salários recebidos irregularmente

Vereadores
Sessão na Câmara Municipal de Petrolina. Foto: Ascom CMP/divulgação

Em sua justificativa, Aero disse ter sido procurado por colegas cujas bases eleitorais ficam na zona rural do município, e estes alegaram que o valor atual do subsídio não estava sendo suficiente diante dos gastos para exercer o trabalho legislativo. Da forma como estava, de acordo com o vereador Aero, eles teriam de complementar a verba tirando do próprio bolso.

O autor do projeto determinou um estudo, de 2019 até agora, e constatou  mais de 15 reajustes no valor do combustível, enquanto a cota mensal para os vereadores ficou congelada durante esse período.

Natural do Distrito de Rajada, Marquinhos Amorim (Podemos) foi um dos que apoiaram a iniciativa de Aero. O vereador Professor Gilmar Santos (PT), por meio de ofício protocolado junto à Mesa Diretora, solicitou a retirada do projeto, mas só teve o respaldo de Samara da Visão (PSD). A proposta foi aprovada pela maioria da Casa.

Prefeitura autoriza aumento na tarifa de ônibus

Em maio a tarifa de ônibus em Petrolina passou de R$ 3,50 para R$ 3,70. De acordo com a prefeitura, o ajuste segue as obrigações contratuais de revisão tarifária. Segundo a gestão, o valor atual vem sendo praticado em Petrolina desde 2019, quando houve a renovação de toda frota de ônibus. Na época, a passagem que custava R$ 3,70, passou a custar R$ 3,50.

Prefeitura de Petrolina informou que, “após amargar uma queda de quase 50% na quantidade de viagens realizadas por passageiros, o transporte público de Petrolina também sofre o desequilíbrio diante da baixa demanda. Na tentativa de equilibrar essa balança, a gestão municipal chegou a recorrer à concessão, prevista em lei, de um subsídio para evitar reajustes. Contudo, uma decisão judicial suspendeu o auxílio que poderia barrar o aumento das passagens”.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal