Saúde

Hospitais do Cabo ganham reforço na produção de oxigênio e novo equipamento de análise

Um gasômetro, equipamento que auxilia os médicos no atendimento aos pacientes de covid-19, também passa a fazer parte da rede municipal de Saúde.

A Secretaria de Saúde do Cabo de Santo Agostinho iniciou a instalação de novas usinas de oxigênio nos hospitais da cidade. O sistema vai ampliar a capacidade de produção do gás, num momento de maior demanda por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Houve um aumento de consumo de oxigênio e, por isso, estamos montando novas usinas para as quatro unidades de saúde do município”, explicou a superintendente de Atenção à Saúde do Cabo, Deysiane Maria da Silva.

Os primeiros torpedos de armazenamento de gás chegaram nesta terça-feira (22) e já foram instalados no Hospital Mendo Sampaio, referência no município no atendimento aos pacientes de covid-19.  Os novos equipamentos serão instalados, em seguida, nos hospitais municipais Jamaci de Medeiros, Hospital Infantil e na Maternidade Padre Geraldo, em Ponte dos Carvalhos.

“Todos os hospitais vão aumentar a sua capacidade atual de três metros cúbicos de oxigênio”, explica Deysiane. O Mendo Sampaio passa a ter uma capacidade de produção de 18 m³, enquanto o Jamaci de Medeiros, o Hospital  Infantil e a Maternidade passam a ter 9 m³  de capacidade.

Ver mais:

>> Agentes municipais, com apoio da PM, desarticulam comércio irregular no Cabo de Santo Agostinho

>> Cabo entrega premiação aos ganhadores do 4ª Concurso Municipal Ler é um Prazer

>> Prefeitura do Cabo fará recontagem de doses e Centro de Vacinação Covid-19 não funcionará neste sábado (19)

Segundo Deysiane, o Mendo Sampaio terá a maior potencial porque é referência no atendimento aos pacientes de covid-19. A unidade  hospitalar possui 20 leitos dedicados ao atendimento de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Com mais oxigênio disponível, o Mendo passa de cinco para oito o número de leitos semi-críticos, usados para estabilizar pacientes que estejam na fila de espera para entrar nas UTIs do Estado. O hospital mantém oito leitos de internamento e outros quatro de retaguarda no atendimento covid.

Gasômetro

O Hospital Mendo Sampaio também recebeu outro equipamento importante, um gasômetro, que vai melhorar o enfrentamento da covid-19 no município. O gasômetro vai servir a toda rede hospitalar municipal na avaliação de pacientes infectados pelo vírus Sars Cov 2.

A análise de gases no sangue arterial, feita por este equipamento, revela  sobre a oxigenação, respiração e distúrbios de eletrólitos em  pacientes graves. Com os dados em mãos, a equipe médica define com maior rapidez qual tipo de terapia é a mais adequada.

“Nesse momento, com a necessidade de termos um suporte mais intensivo ao paciente covid do município, o Mendo Sampaio passa a receber esse equipamento, que também abastecerá toda a rede”, disse Deysiane.

As equipes médicas do município estão recebendo capacitação para operar com o novo aparelho. Nesta quarta (23)  uma nova  turma de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e biomédicos passará pelas aulas de habilitação. Na próxima terça ( 29), novos profissionais passarão pelo treinamento.

O Mendo Sampaio também passou por uma pequena melhoria de equipamento neste último final de semana. No sábado (19), o gerador de energia da unidade hospitalar passou a ter acionamento automático. Agora, em caso de queda de energia, o equipamento é acionado sem intervenção manual.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal