Destruição

Vídeo: Manifestações da esquerda resultaram em agências bancárias depredadas em São Paulo

Na capital paulista também ocorreram atos de vandalismo contra ônibus, estações, lanchonetes e uma concessionária.

As manifestações contra o governo Bolsonaro que ocorreram no último sábado, 19 de junho, realizadas por movimentos e partidos de esquerda, em várias cidades do Brasil, resultou em vandalismo no ato realizada em São Paulo. Um vídeo mostra o momento que manifestantes depredam uma agência bancária durante a passagem do protesto.

Confira o vídeo:

 
Na capital paulista, ao menos duas agências bancárias foram depredadas no início da noite, de acordo com informações da própria Polícia Militar.

Além das agências depredadas, que pertencem aos bancos Santander e Itaú, também ocorreram atos de vandalismo contra ônibus, estações, lanchonetes e uma concessionária da Hyundai.

Na capital paulista, os atos foram realizados na Avenida Paulista, que foi bloqueada nos dois sentidos. Segundo a Polícia Militar, a via foi liberada após a passagem do ato.

Veja também:
>>>Militantes de esquerda pedem fim da Polícia Militar durante manifestação ‘Fora Bolsonaro’ no Recife

Manifestação no Recife

O ato denominado ‘Fora Bolsonaro’ organizado por integrantes das Frentes Povo sem Medo e Brasil Popular, da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares, do Partido dos Trabalhadores (PT), do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União dos Estudantes de Pernambuco (UEP), bem como as demais entidades sindicais e movimentos sociais ignoraram a recomendação do MPPE de não realizar o protesto que teve concentração na Praça do Derby, na manhã do último sábado, 19 de junho.

Diversas pessoas se reuniram na manhã deste sábado (19), no Centro do Recife para o protesto contra o governo Bolsonaro e também por vacinação contra a Covid-19 e políticas de erradicação da fome e da pobreza.

A chuva que caiu desde a sexta-feira (18) na capital, não intimidou os grupos que se reuniram na Praça do Derby e, depois, seguiram pela Avenida Conde da Boa Vista até as pontes Duarte Coelho e Princesa Isabel, onde o ato foi concluído por volta das às 12h20.

A concentração começou perto das 9h e a caminhada saiu por volta das 10h. Os presentes usavam máscaras e partiram em fila indiana pela Avenida Conde da Boa Vista.  A Polícia Militar acompanhou de itinerário com viaturas e policiamento a pé por toda a extensão.

Por volta das 11h a manifestação chegou até a Ponte Duarte Coelho, cenário de um dos momentos mais tensos entre a Polícia Militar e manifestantes no ato do dia 29 de maio.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal