Críticas

Servidores do TJPE reclamam e paralisam atividades: ‘pagamos para trabalhar no home office enquanto desembargadores têm auxílios mais altos’

A categoria solicitou reunião de urgência com o TJPE para “avaliar a conjuntura econômica do Tribunal e a situação das desigualdades entre servidores e magistrados”.

Os Servidores do TJPE (Tribunal de Justiça de Pernambuco) paralisaram as atividades na última quarta-feira (16). Eles organizaram um ato em frente ao Edifício Paula Baptista, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife, nas proximidades do tribunal.

O movimento é organizado pelo Sindicato dos servidores do judiciário do estado de Pernambuco (Sinjud-PE).

“A principal reivindicação é pela valorização do servidor, que vem sofrendo injustiças crescentes entre valorização de magistrados e servidores. O auxílio alimentação é de R$661,80 a mais para os juízes e desembargadores, e no auxílio saúde a diferença pode variar de R$1.135,35 até R$1.674,27. Enquanto os servidores seguem pagando para trabalhar em regime de home office”, afirma o Sindjud-PE.

Os servidores também participaram do ato presencialmente ou online. Houve transmissão ao vivo no canal do YouTube do Sindjud-PE.

A categoria solicitou reunião de urgência com o TJPE para “avaliar a conjuntura econômica do Tribunal e a situação das desigualdades entre servidores e magistrados”.

Ver mais:

>> Desembargadores e juízes do TJPE receberão R$ 1.561,80 de auxílio-alimentação após reajuste de 46%

Gastos

O Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), abriu na última terça-feira, 15  de junho,
um processo licitatório para aquisição de veículos de passeio, do tipo sedan, com objetivo de compor a frota de veículos do Tribunal.

De acordo com o edital, o valor total que será gasto com a aquisição dos carros pode chegar a R$ 4.149.666,66 (quatro milhões cento e quarenta e nove mil reais e seiscentos e sessenta e seis reais e sessenta e seis centavos), sendo de R$ 82.993,33 por unidade. A disputa entre as empresas esta marcada para o dia 7 de julho.

“Esta aquisição visa substituir os atuais veículos utilizados no atendimento das necessidades de deslocamento do TJPE, uma vez que os atuais veículos apresentam quilometragem superior a 250.000 quilômetros, evitando-se assim o alto custo de manutenção e consumo de combustível dos referidos veículos”, diz edital da licitação.

O Tribunal, no edital, fez exigências sobre os novos veículos, como modelo mínimo 2021 ou 2022, potência mínima de 105CV, capacidade para 5 pessoas, ar condicionado, direção assistida, rádio AM/FM com CD/MP3 e alarme. O edital informa que os 50 veículos serão utilizados “como veículo de representação”.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal