Protesto

Ato ‘Fora Bolsonaro’ ignora recomendação do MPPE e manifestantes saem pelas ruas do centro do Recife neste sábado (19)

Por volta das 11h a manifestação chegou até a Ponte Duarte Coelho, cenário de um dos momentos mais tensos entre a Polícia Militar e participantes no dia 29 de maio. 

O ato denominado ‘Fora Bolsonaro’ organizado por integrantes das Frentes Povo sem Medo e Brasil Popular, da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares, do Partido dos Trabalhadores (PT), do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União dos Estudantes de Pernambuco (UEP), bem como as demais entidades sindicais e movimentos sociais ignoraram a recomendação do MPPE de não realizar o protesto que teve concentração na Praça do Derby, nesta manhã de sábado, 19 de junho.

Diversas pessoas se reuniram na manhã deste sábado (19), no Centro do Recife para o protesto contra o governo Bolsonaro e também por vacinação contra a Covid-19 e políticas de erradicação da fome e da pobreza.

A chuva que caiu desde a sexta-feira (18) na capital, não intimidou os grupos que se reuniram na Praça do Derby e, depois, seguiram pela Avenida Conde da Boa Vista até as pontes Duarte Coelho e Princesa Isabel, onde o ato foi concluído por volta das às 12h20.

A concentração começou perto das 9h e a caminhada saiu por volta das 10h. Os presentes usavam máscaras e partiram em fila indiana pela Avenida Conde da Boa Vista.  A Polícia Militar acompanhou de itinerário com viaturas e policiamento a pé por toda a extensão.

Por volta das 11h a manifestação chegou até a Ponte Duarte Coelho, cenário de um dos momentos mais tensos entre a Polícia Militar e manifestantes no ato do dia 29 de maio

Leia também:
>>> MPPE recomenda que manifestações pró e contra Bolsonaro não aconteçam no Recife e cumpram decreto de PE que impede aglomerações

Recomendação do MPPE

Considerando a atual conjuntura da pandemia da Covid-19, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), destacou o respeito às normas sanitárias para prevenção de contágio devido à pandemia do novo Coronavírus.

As recomendações ministeriais ressaltam a gravidade do momento e transcrevem números do estágio atual da pandemia do coronavírus em Pernambuco, com 3.622 casos da Covid-19 e 72 óbitos confirmados em 15 de junho de 2021, bem como taxa de ocupação dos leitos de UTI em 93%, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde.

As recomendações reforçam que a adoção de tais medidas não se trata de faculdade, mas de poder-dever atribuído à Administração Pública, a ser concretizado na vida em sociedade em dosagem suficiente para evitar, segundo evidências científicas e análises estratégicas em saúde, o alastramento acelerado da doença, impedindo, assim, o colapso do sistema de saúde planejado para o atendimento médico dos infectados.

O MPPE ainda lembrou o teor do Decreto Estadual nº 50.846, de 11 de junho de 2021, que determina no art. 25: “Permanece vedada no Estado a realização de shows, festas, eventos sociais e corporativos de qualquer tipo, com ou sem comercialização de ingressos, em ambientes fechados ou abertos, públicos ou privados, inclusive em clubes sociais, hotéis, bares, restaurantes, faixa de areia e barracas de praia, independentemente do número de participantes”. Assim, não é permitida, pelo referido decreto, neste momento, a realização de manifestação presencial.

As recomendações foram publicadas na íntegra no Diário Oficial Eletrônico desta quinta-feira (17), páginas 11-14.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal