Compromisso

Prefeito João Campos anuncia uso de drones e ferramenta digital no enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti

A iniciativa reúne esforços das secretarias de Saúde, de Transformação Digital e de Educação que desenvolveram a tecnologia que possibilita aos cidadãos acionarem a Vigilância Ambiental de forma rápida e eficiente para vistoriar possíveis áreas com focos do transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Para potencializar o alcance da Prefeitura do Recife no controle ao mosquito Aedes aegypti, o prefeito João Campos lançou na quarta-feira, 16 de junho, a ferramenta ‘Bora se Cuidar contra o Mosquito’ e a Central de Drones.

Agora, moradores poderão utilizar o aplicativo Conecta Recife para denunciar possíveis criadouros e drones da Prefeitura farão o monitoramento com sobrevoos nos locais de difícil acesso para os Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces).

A iniciativa reúne esforços das secretarias de Saúde, de Transformação Digital e de Educação que desenvolveram a tecnologia que possibilita aos cidadãos acionarem a Vigilância Ambiental de forma rápida e eficiente para vistoriar possíveis áreas com focos do transmissor da dengue, chikungunya e zika.

As novidades estão inseridas no Plano de Enfrentamento das Arboviroses 2021. Os equipamentos vão sobrevoar áreas de doze bairros com situação mais crítica. As localidades serão selecionadas e atualizadas a partir de dados sobre incidência de arboviroses, baseados no número de casos por 10.000 habitantes, no índice de infestação vetorial, que é a quantidade de mosquitos, e nas áreas descobertas do Programa de Saúde Ambiental.

“Estamos fazendo o lançamento de uma Central de Drones na Prefeitura, junto com a ampliação do programa que faz o enfrentamento às arboviroses. A gente sabe que, sobretudo em anos que têm uma incidência de chuva muito grande, aumenta o número desses casos. Logo, o trabalho de todo mundo e a atenção também devem aumentar. A gente aqui fez uma ação inovadora, unindo as Secretarias de Educação, de Saúde e de Transformação Digital, para ajudar nesse enfrentamento. O primeiro passo dado foi instalar uma Central de Drones, que vai ter uma ação para várias áreas da gestão e uma delas é a Saúde”, explicou o prefeito João Campos. 

Prefeito
Prefeito do Recife João Campos durante anúncio da ferramenta. Foto: Rodolfo Loepert / PCR

Leia mais:
>>> Prefeito João Campos lança Programa Recife Acolhe para inclusão social de população em vulnerabilidade

>>> Prefeito João Campos anuncia contratação de mais 117 profissionais para atuar na vacinação contra Covid-19

“A gente está colocando este sistema no aplicativo Conecta Recife, para possibilitar que de maneira ativa, o cidadão apresente denúncia de algum local que tenha acúmulo de água, para a Prefeitura poder fazer a fiscalização e tomar todos os cuidados junto ao cidadão para recuperar e garantir a segurança desses espaços. Vamos juntar essas duas forças da nossa gestão: a tecnologia e, sobretudo, o servidor, o trabalhador, que está no dia a dia atuando. Queremos potencializar o alcance da Prefeitura no controle das endemias”, acrescentou o prefeito. 

A secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque, reforçou que o período chuvoso que estamos passando favorece a proliferação do mosquito.

“A gente sabe o quanto os fatores ambientais influenciam no aumento de números de casos e na manifestação do mosquito. Este ano, o aumento das chuvas intermitentes tem favorecido tanto na proliferação do mosquito, quanto no número de casos. E continuamente a gente tem que estar pensando em novas ações para que possamos diminuir os focos e assim diminuir também o número de casos”, declarou Luciana Albuquerque.

A secretária continuou falando sobre as ações que a gestão vem realizando para o combate a doença.

“Junto às ações que nossos mais de 530 agentes fazem no território do Recife, indo de porta-a-porta, indo nos domicílios para verificar se têm foco do mosquito, para eliminar o foco, a gente agora conta com a Secretaria de Transformação Digital trazendo tecnologia para as nossas ações com a ajuda Secretaria de Educação. É muito importante essa parceria. Além desses 530 agentes, ainda tem também mais 250 que a gente vai treinar para ampliar a nossa equipe, aumentar nossas ações de campo e dar a resposta que a nossa cidade precisa com relação ao enfrentamento das arboviroses”, disse. 

Prefeito
Drone mostrado durante anúncio do Prefeito João Campos. Foto: Rodolfo Loepert / PCR

Denúncias

A ferramenta ‘Bora se Cuidar contra o Mosquito’, disponível no site Conecta Recife (www.conectarecife.recife.pe.gov.br) ou app Conecta Recife, utilizará o georreferenciamento para facilitar o registro da população. Além da precisão no mapa, outra vantagem da ferramenta é que as pessoas poderão incluir fotos do possível criadouro – uma caixa d’água, tonéis, pneus ou outros recipientes que possam acumular água.

“O cidadão precisa baixar o aplicativo do Conecta Recife e clicar no ícone do ‘Bora se Cuidar contra o Mosquito’. Em seguida, o cidadão é automaticamente geolocalizado, já que o aplicativo identifica exatamente onde ele está. Depois disso, é preciso que o cidadão preencha os dados solicitados no aplicativo e anexe fotos que comprovem a idoneidade da denúncia. Uma vez completadas as informações, a Prefeitura receberá o alerta e poderá enviar um drone para sobrevoar o local”, explicou o secretário-executivo de Transformação Digital, Rafael Figueiredo.

Ainda de acordo com ele, um trabalho multidisciplinar está sendo desenvolvido em parceria com a Secretaria de Educação.

“A equipe de robótica da Secretaria e alunos estão desenvolvendo tecnologia para que os drones lancem larvicida em locais com água acumulada”, finalizou. 

Ações Continuadas

Além dessas novidades, a Secretaria de Saúde do Recife dará prosseguimento às estratégias já utilizadas para controle vetorial. Atualmente, 532 agentes de endemias trabalham diretamente nas ações de rotina nos oito Distritos Sanitários da cidade.

Nas visitas aos imóveis residenciais ou pontos estratégicos (como borracharias ou ferros-velhos, por exemplo) os agentes realizam, se necessário, eliminação mecânica dos depósitos que acumulam água, uso de produto biológico para matar as larvas, aspiração de alados (mosquitos adultos) e também tratamento químico com inseticida.

No trabalho de campo, os agentes da Prefeitura do Recife utilizam o aplicativo Saúde Ambiental Digital, pelo qual registram, em tempo real, os números e outras informações das vistorias. A ferramenta está sendo aperfeiçoada para otimizar o trabalho dos profissionais, que receberam smartphones para utilizá-la.

Ovitrampas

Atualmente, o Recife possui cerca de três mil ovitrampas (armadilhas conta o mosquito) instaladas em cerca de 50 bairros da cidade, em lugares como o edifício-sede da Prefeitura, colégios, nos dois Centros Comunitários da Paz (Compaz), em clubes como o Náutico, entre outras instituições. Ainda este ano, a expectativa da gestão municipal é que essas armadilhas sejam levadas para mais 20 bairros da cidade, o que irá ampliar a capacidade de monitoramento da infestação de mosquitos.

Formação

Mais de 250 pessoas, aprovadas no último concurso realizado pela Prefeitura do Recife, em 2019, começarão a fazer, na próxima semana, o curso introdutório para formação de agentes de endemias, que tem duração de 40 horas. Eles serão chamados para atuar na rede municipal de Saúde de acordo com o número de vagas abertas por vacância.

Dados

No Recife, este ano, até 2 de junho, foram notificados 3.380 casos de arboviroses, sendo 1.717 casos de dengue, 1.606 de chikungunya e 57 de zika. Desse total, foram confirmados 526 casos de dengue e 926 casos de chikungunya. Em comparação ao mesmo período de 2020, houve aumento de aproximadamente 214% dos casos notificados e de 238% dos casos confirmados. O último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) apresentou resultado geral no Recife de 2,7% (risco alto).

De janeiro até agora, os Asaces da Prefeitura do Recife visitaram mais de 935 mil imóveis e cerca de 7,2 mil pontos estratégicos de monitoramento. A Sesau ainda realizou 13 ações educativas e recolheu 4.588 pneus em desuso que poderiam servir de criadouros para as larvas do mosquito.

Conecta Recife

O Conecta Recife APP se consolida e os números de downloads e acessos crescem a cada dia. O aplicativo, que funciona como hub digital da Prefeitura do Recife, alcançou, na última segunda-feira, 14 de junho, a marca de 400.958 downloads e quase 8 milhões e 500 mil acessos aos mais de 150 serviços oferecidos na plataforma online municipal.

Criado pela Empresa de Informática do Recife (Emprel), o Conecta Recife completará um ano de existência e serviços prestados no próximo mês e desponta como um  dos cases de sucesso quando o assunto é transformação digital no setor público.

Com mais de 150 serviços disponibilizados pelo aplicativo, que é gratuito e com modelagem para operação nos aparelhos iOS e Android, é possível destacar as funções mais acessadas até então. Em primeiro lugar está o sistema do Recife Vacina e dentro dele as funções mais usadas são o agendamento para imunização contra a covid-19 e a consulta pelos locais de vacinação.

Na sequência o Conecta conta com Programa de Crédito Popular do Recife (Cred Pop) e, fechando a lista dos serviços mais procurados dentro do aplicativo está o cadastro para acesso ao Auxílio Municipal Emergencial (AME).

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal