Opinião

Deputada Laura Gomes (PSB) se diz preocupada com o “forte envolvimento de militares” no governo do presidente Bolsonaro

A parlamentar alegou apreensão com a segurança da democracia no Brasil, durante discurso no Pequeno Expediente da quinta-feira, 17 de junho, na Alepe.

A deputada Laura Gomes (PSB) está preocupada com a segurança da democracia no Brasil. Em discurso no Pequeno Expediente desta quinta (17), a parlamentar mostrou apreensão com o “forte envolvimento de militares” no governo do presidente Jair Bolsonaro. Também lamentou o arquivamento do processo administrativo promovido pelo Exército para julgar a participação do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello em um ato político.

“Temos observado a nomeação de vários militares para postos estratégicos do Poder Executivo Federal. E a maior parte deles não está indo para a reserva, o que é um abuso promovido contra nossa legislação”, argumentou. “As Forças Armadas devem cuidar de todos os brasileiros, não de um governo específico.”

Sobre o processo administrativo de Pazuello, a socialista criticou não apenas a absolvição dele, mas também o sigilo de cem anos imposto aos atos.

“O controle social é fundamental para a nossa democracia. Para isso, precisamos de transparência”, opinou, destacando que o ex-gestor da Saúde ganhou novo cargo na estrutura da Presidência da República.

Exército Brasileiro informou que decidiu não punir o general e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela participação em um evento político com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro, no último dia 23.

Segundo a corporação, “não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar” por parte de Pazuello. Com a decisão do comandante Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, o processo disciplinar foi arquivado.

O Regulamento Disciplinar do Exército e o Estatuto das Forças Armadas proíbem a participação de militares da ativa em manifestações políticas. No ato que gerou o procedimento disciplinar, Pazuello chegou a subir no trio elétrico com Bolsonaro e fazer um breve discurso.

Leia também:
>>> Isaltino Nascimento e Laura Gomes criticam decreto de Bolsonaro sobre armas

Reforço no PSB

Por fim, a deputada Laura Gomes comemorou a filiação do deputado federal Marcelo Freixo ao PSB.

“É uma honra para o partido ter em seu quadro alguém que, já no primeiro mandato como deputado estadual do Rio de Janeiro, investigou o funcionamento das milícias”, concluiu Laura Gomes.

Da redação do Portal com informações da Alepe

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal