Imunizado

Prefeito de Olinda, Professor Lupércio, recebe a primeira dose da vacina contra Covid

O gestor falou sobre a felicidade de ser vacinado e agradeceu a toda equipe de Saúde que tem feito "um trabalho excepcional".

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, anunciou nesta quarta-feira (16) que recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19. Aos 53 anos, Lupércio foi vacinado na Vila Olímpica de Rio Doce.

Lupércio falou sobre a felicidade de ser vacinado e agradeceu a toda equipe de Saúde que tem feito “um trabalho excepcional”.

“Vacina no braço e mais proteção contra a Covid! Foi com muita felicidade que recebi agora à noite a minha primeira dose. Agora é só esperar a hora da segunda chegar. Agradeço a Deus e a toda a equipe de saúde, que tem feito um trabalho excepcional, garantindo que a vacinação aconteça dia e noite aqui na cidade”, escreveu.

Ver mais:

>> Olinda vai distribuir absorventes a estudantes da rede municipal

>> MPPE impede Prefeitura de Olinda de vacinar profissionais de imprensa e orienta seguir grupos recomendados pelo Ministério da Saúde

O gestor afirmou que o município continuará trabalhando para receber mais doses e vacinar toda a população olindese.

“Vamos continuar juntos e trabalhando bastante para que todos também possam receber essa imunização que é tão importante”, concluiu o prefeito.

Proibição de fogueiras

A Prefeitura de Olinda informa as regras que serão seguidas este ano durante os festejos juninos. Diante da pandemia da Covid-19, no intuito de preservar a saúde da população, ficam proibidos fogueiras e fogos, seguindo a manutenção do Decreto Municipal nº 103/2020, assinado pelo prefeito, Professor Lupércio.

As medidas já passam a valer a partir desta sexta-feira, 11 de junho, até enquanto perdurar a situação de Calamidade Pública definida no Decreto Municipal n° 40, de 26 de março de 2020, e no Decreto Municipal n° 4, de 8 de janeiro de 2021.

Por isso, fica proibida, em todo território municipal, acender fogueira em espaços públicos ou privados, inclusive no interior de condomínios. Também está proibida a comercialização de fogos de artifício, independentemente de sua potencialidade e alcance, em espaços públicos ou privados, incluindo interior de condomínios. A medida vale enquanto perdurar o Estado de Calamidade Pública.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal