Discurso

Vídeo: Bolsonaro faz referência bíblica em motociata histórica e diz “Onde vocês estiverem, eu estarei no meio de vocês”

Evento aconteceu neste sábado, 12 de junho, em importantes vias da capital paulista. Forte esquema de segurança foi montado para garantir realização do ato.

O presidente Jair Bolsonaro participou neste sábado, 12 de junho, de um passeio de moto com apoiadores pelas ruas da capital paulista. Pela manhã, os motociclistas se concentraram na região da Praça Campo de Bagatele, na zona norte paulistana.Vídeo, Vídeo: Bolsonaro faz referência bíblica em motociata histórica e diz “Onde vocês estiverem, eu estarei no meio de vocês”Vídeo, Vídeo: Bolsonaro faz referência bíblica em motociata histórica e diz “Onde vocês estiverem, eu estarei no meio de vocês”

Bolsonaro foi ao encontro após participar da cerimônia de entrega de boinas aos estudantes do Colégio Militar de São Paulo. Ao chegar à concentração, foi recebido com gritos de “mito” e posou para fotos com os participantes.

Durante discurso Bolsonaro agradeceu a presença de todos e chegou a declarar o que seguinte: “Onde vocês estiverem, eu estarei no meio de vocês” . Confira o vídeo.

Leia também:
>>> Com mais de 300 mil inscritos, motociata pró-Bolsonaro gera expectativas de entrar no Guinness Book, diz apoiadores

Vídeo
Presidente Jair Bolsonaro, em passeio de moto na capital São Paulo. Foto: Reprodução/Rede Social

Trajeto

O trajeto passou por grandes avenidas da cidade, como as marginais Tietê e Pinheiros, até ser encerrado no Parque Ibirapuera, na zona sul paulistana. O grupo passou ainda pela Rodovia dos Bandeirantes até a altura do município de Jundiaí, na Grande São Paulo.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interrompeu a circulação de veículos em alguns pontos para facilitar o trânsito dos motociclistas. Linhas de ônibus foram desviadas.

Multa

No início da tarde, o governo do estado de São Paulo informou que multou o presidente Bolsonaro em R$ 552,71 por não usar máscara durante a manifestação. Também foram autuados o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, que também

Segurança

A Polícia Militar paulista, que manteve conversas com o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) ao longo da semana, reforçou a vigília de pontes e viadutos por onde a caravana passou, para evitar que objetos fossem arremessados nos manifestantes.

Segundo informações da Secretaria Estadual da Segurança Pública, cerca de 6,7 mil policiais devem trabalhar no acompanhamento da manifestação.

Além do aparato formal, ostensivo, montado com pessoal do Comando Militar do Sudeste, das polícias Federal, Militar e Civil, Bolsonaro teve ainda um reforçado esquema de segurança próxima.

O GSI destacou agentes usando motos, infiltrados entre os motociclistas manifestantes, além dos batedores e dos agentes do grupo regular da presidência.

Agência Brasil

Assunto do dia:
Ex-vice-presidente do Brasil, Marco Maciel morre em Brasília, aos 80 anos

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal