Questionamento

Delegada Patrícia critica silêncio da esquerda sobre reforma da previdência do Recife e pergunta: “Alguém viu o PT?

Proposta de reforma da Previdência municipal, apresenta uma série de mudanças para que os cerca de 19 mil servidores estatuários possam se aposentar.

A delegada Patrícia Domingos (Podemos) se manifestou sobre a Prefeitura do Recife sugeri mudanças na Previdência municipal, com aumento de idade mínima através de um acréscimo de 5 anos de serviço para aposentadoria, além de um aumento na contribuição, elevando de 12,82% para 14% da alíquota previdenciária do município, o que atinge mais de 19 mil servidores estatuários.

Patrícia também aponta um eventual silêncio da esquerda neste cenário de reaproximação entre o PT e o PSB estadual.

“Afinal, alguém viu o PT? Cadê o pessoal do “nenhum direito a menos”, que se diz defensor dos direitos trabalhistas em uma situação que diz respeito à quase 20 mil trabalhadores? Essa turma sumiu!”

Ainda segundo a delegada, “as pensionistas que hoje recebem 100% do salário do familiar falecido passarão a receber apenas 65%. O prefeito João Campos também lançou um plano de demissão voluntária. 

“Essa conta não é do servidor. A saída mais justa e, inclusive, mais simples de enxugar gastos com pessoal seria reduzir a quantidade de cargos comissionados”.

Leia também:
>>> Delegada Patrícia diz que vereadora do PT cometeu abuso de autoridade ao realizar carteirada para impedir atuação da PM

LDO é aprovada na Câmara

Após um processo de tramitação que envolveu audiência pública, reunião de comissão, além da elaboração e análise de 291 emendas, a Câmara Municipal do Recife aprovou em duas votações, na última terça-feira, 8 de junho, o projeto de lei do Executivo número 11/2021.
 
A medida dispõe sobre as diretrizes para elaboração e execução da Lei Orçamentária de 2022 (LDO). O presidente da Casa, vereador Romerinho Jatobá (PSB), parabenizou a todos pelo trabalho.
“A reunião se estendeu muito,  mas todos participaram, discutiram, debateram e chegamos a um consenso na matéria”, disse Romerinho Jatobá, ao término da plenária virtual que durou cinco horas.
Ele agradeceu a participação de cada parlamentar e  parabenizou o trabalho do vereador Samuel Salazar (MDB), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa. “Ele fez um grande trabalho, um trabalho árduo, pelo recorde de emendas apresentadas”, afirmou. O projeto de lei do Executivo começou a tramitar na Câmara no dia três de maio.
 
 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal