Explicações

Bolsonaro admite erro ao atribuir dados de “supernotificação” de mortes por Covid ao TCU

Apesar do esclarecimento, o presidente insistiu que vê indícios de distorção dos dados e prometeu mobilizar a Controladoria-Geral da União (CGU) para analisar o caso.

Após o Tribunal de Contas da União negar ontem uma declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que atribuía ao órgão um relatório que apontaria supernotificação de mortes por Covid no Brasil, o presidente admitiu o erro, nesta terça-feira, 8 de junho, durante conversa com apoiadores e disse que na verdade o documento se tratava de um ‘acórdão’.

“O TCU tá certo, eu errei quando falei tabela, o certo é acórdão. O que acontece? Tem uma lei complementar do ano passado que diz que a distribuição de verbas do Governo Federal para os Estados leva em conta alguns critérios, o mais importante era a incidência de Covid. E o próprio TCU dizia o que? que a Lei Complementar poderia incentivar uma prática não desejável da supernotificação da Covid para aquele Estado ter mais recursos, tá? A tabela quem fez foi eu, não foi o TCU. Então o TCU acertou em falar que a tabela não é deles”, explicou o Bolsonaro.  

Veja o vídeo:

Apesar do esclarecimento, Bolsonaro insistiu que vê indícios de distorção dos dados e que há inúmeros “vídeos de Whatsapp” demonstrando isso. Também prometeu mobilizar a Controladoria-Geral da União (CGU) para analisar o caso.

Posicionamento do TCU 

O Tribunal de Contas da União (TCU) rebateu a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que a Corte teria um relatório questionando o número de mortes por Covid-19 em 2020. Segundo o chefe do Executivo federal, o documento apontava que os óbitos foram cerca de metade do registrado.

“O TCU esclarece que não há informações em relatórios do tribunal que apontem que ‘em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid’, conforme afirmação do Presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje”, registra a nota, seca, da Corte de Contas.

Confira: 

Veja mais:
>>>Flavio Dino acusa Bolsonaro de atrasar vacina por optar da cloroquina
>>>TCU desmente Bolsonaro: não há informações que apontem menos mortes por Covid

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal