Declaração

Mourão defende Copa América e critica Tite: ‘O Cuiabá está precisando de técnico’

Afirmação do vice-presidente ocorreu nesta segunda-feira, 7 de junho, em conversa com repórteres na chegada no Palácio do Planalto.

O vice-presidente Hamilton Mourão, defendeu nesta segunda-feira, 7 de junho, a realização da Copa América no Brasil. Também ironizou o treinador da seleção brasileira, Tite, afirmando que o Cuiabá, time que recentemente subiu para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, está precisando de técnico.

Mourão também criticou a posição dos jogadores, dizendo que era do tempo que era uma honra jogar com a camisa verde e amarela.

“Não vou entrar nessa discussão. Eu acho que faz parte dessa disfuncionalidade que nós estamos vivendo. Eu sou do tempo que o jogador de futebol quando era convocado para seleção brasileira era considerado uma honra. O técnico, ele não quer mais, o Cuiabá está precisando de um técnico, não tá? Vai lá, sai, pede o boné. Acho que isso é uma discussão nesse momento totalmente disfuncional”, criticou Mourão.

A Copa América deste ano seria realizada na Argentina e na Colômbia, mas por causa da pandemia da Covid-19 e crises políticas, respectivamente, a competição tinha sido suspensa. O Brasil foi confirmado como sede alguns dias depois.

Leia mais:
>>> Seleção Brasileira pode desistir da Copa América e impor derrota a Bolsonaro

A oposição do governo pediu a suspensão do torneio, com a justificativa de que o agravamento da crise da pandemia do novo coronavírus impossibilitaria a realização da competição no país.

Os jogadores da seleção brasileira de futebol estão decididos e há uma grande possibilidade de dizer que preferem não jogar a Copa América, que foi trazida para o país numa iniciativa do presidente Jair Bolsonaro.

A medida foi criticada de maneira efusiva pelo Grupo Globo, que sairá vitorioso se a competição for cancelada. O torneio, se realizado, terá transmissão pelo SBT.

Com início marcado para 13 de junho, a Copa América reúne 10 seleções de futebol para disputar 28 jogos. A final está agendada para 10 de julho, no Maracanã.

No final da partida pelas Eliminatórias da Copa Mundo entre os times do Brasil e do Equador, disputado na sexta-feira (4), o capitão da seleção brasileira, o jogador Casemiro (que atua no Real Madrid, da Espanha), disse:

“Não podemos falar do assunto, todos sabem nosso posicionamento, mas não vamos falar do assunto. Todo mundo sabe, está mais claro impossível, o Tite deixou claro o que nós pensamos. Existe um respeito, uma hierarquia que temos que respeitar, queremos dar nossa opinião e aconteceram muitas coisas. Mas não queremos desviar o foco, porque isso para nós é Copa do Mundo. Hoje ganhamos jogo de Copa do Mundo. Se é certo ou não cada um vai determinar, mas queremos expressar nossa opinião e nós iremos falar. O Tite explicou a situação, o que ele falou, eu como capitão e líder dos jogadores, digo que rolou mesmo, nos posicionamos, mas iremos falar no momento oportuno. Não só eu nem jogadores da Europa, como rolou, falo em nome de todos os jogadores com Tite e comissão técnica, é unânime.”

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal