Protestos

Brasil terá atos pró e contra Bolsonaro em menos de 24h no mês de junho; veja as datas 

As primeiras manifestações da esquerda em formato presencial durante a pandemia ocorreram no último dia 29 de maio. 

Após um longo período sem realizar manifestações nas ruas, a esquerda decidiu voltar no último dia 29 de maio com atos presenciais contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por outro lado, apoiadores do presidente, mesmo diante da pandemia e com medidas restritivas, não deixaram de realizar manifestações. Entre passeatas, carreatas e motociatas, a direita tomou as ruas do Brasil nos últimos meses. 

Para o mês de junho, estão sendo programadas novas manifestações pró e contra Bolsonaro pelo Brasil a fora. No dia 19, um sábado, estão sendo agendados atos contra o presidente em todo país, que estão sendo convocados por movimentos de esquerda e políticos, como o ex-candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, do PSOL. 

Boulos, que é uma das principais lideranças da esquerda brasileira, inaugurou a primeira Cozinha Solidária de Pernambuco, no último dia 4 de maio, localizada na Vila Santa Luzia, no bairro da Torre. O político, membro da Coordenação Nacional do Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), também participou do ato “Quem deu a ordem”, que aconteceu em frente ao Palácio da Justiça, e teve como objetivo cobrar respostas sobre a ação da polícia durante a manifestação do último sábado, 29 de maio no Recife. Durante discurso, o psolista convocou os participantes para as manifestações do próximo dia 19 de junho. 

“O papel dos movimentos que estão organizando os atos é não se intimidar. Mas eu posso afirmar que as manifestações do dia 19 vão ser ainda maiores e esta vai ser a nossa maior resposta ao governo Bolsonaro”, ressaltou Boulos. 

Por sua vez, as manifestações em apoio ao presidente Bolsonaro ganharam as ruas no domingo, 20 de junho, menos de 24h depois das que serão realizadas pela esquerda. No Recife está sendo organizada uma motociata em apoio ao presidente, a partir das 10h, na praia de Boa viagem, com partida do parque Dona Lindu. 

O cartaz é do movimento ‘Aliança Por Pernambuco’ e diz “Motociata Bolsonaro em Pernambuco”, fazendo alusão a presença do presidente no evento. Evento deve ser o primeiro após manifestações de partidos de esquerda realizadas no último sábado, 30 de maio.  

O primeiro ato presencial realizado pela esquerda em todo Brasil no dia 29 de maio acabou gerando comentários negativos, tendo em vista que o posicionamento favorável da esquerda e de políticos ao isolamento social. Para o líder do governo na Câmara Federal, Ricardo Barros (PP), foram esvaziadas as críticas feitas na CPI da Covid-19 no Senado Federal às aglomerações em que o presidente participou. 

“Foi muito útil que tenham feito isso. Criticam de forma tão convicta as mobilizações do presidente e de repente fazem a mesma coisa. Pelo menos este assunto fica superado”, disse o deputado.  

Veja também:
>>>Exército decide não punir Pazuello, após participação em motociata com Bolsonaro

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal