Reunião

Governador Paulo Câmara recebe vereadora petista agredida por policiais militares em manifestação no Recife

Liana Cirne esteve no Palácio do Campo das Princesas, acompanhada do presidente da Câmara de Vereadores do Recife, Romerinho Jatobá. A vice-governadora Luciana Santos e o secretário da Casa Civil, José Neto, também participaram do encontro.

O governador Paulo Câmara recebeu, no início da tarde da segunda-feira, 31 de maio, a vereadora do Recife Liana Cirne, agredida por policiais militares durante a manifestação ocorrida no último sábado, na capital pernambucana. O governador se solidarizou com a vereadora e ratificou a determinação de investigação rigorosa do caso.

Liana Cirne esteve no Palácio do Campo das Princesas, acompanhada do presidente da Câmara de Vereadores do Recife, Romerinho Jatobá. A vice-governadora Luciana Santos e o secretário da Casa Civil, José Neto, também participaram do encontro.

“Prestei minha solidariedade à vereadora Liana Cirne e assegurei a ela que o ocorrido no último sábado não é a postura institucional da Polícia Militar de Pernambuco. Todos os envolvidos já identificados foram afastados e a Corregedoria e a Polícia Civil estão atuando para apurar as demais responsabilidades. Repudiamos a violência e teremos uma investigação rigorosa de todos os fatos”, afirmou Paulo Câmara.

Liana Cirne entregou uma representação disciplinar contra os policiais envolvidos nos acontecimentos do último sábado e uma solicitação de acompanhamento da sindicância instaurada pela Corregedoria da Secretaria de Defesa Social.

Leia mais:
>>> No Recife, rua da Aurora fica tomada de tijolos e pedras que foram usados para atacar PMs durante protesto no fim de semana

Assistência a feridos

O governador Paulo Câmara determinou, na manhã do domingo, 30 de maio, que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) acompanhe a assistência médica aos dois homens feridos no rosto durante a manifestação do último sábado, no Centro do Recife. Além disso, o governador acionou a Procuradoria Geral do Estado para, em conjunto com a SJDH, iniciar o processo de indenização aos atingidos.

“Assim como estamos acompanhando a investigação que está sendo realizada pela Corregedoria, também vamos seguir de perto a assistência às pessoas que resultaram feridas”, afirmou Paulo Câmara.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal