Indignação

Vídeo: pastor Cleiton Collins lamenta igrejas sem presença de fiéis no domingo após novas medidas em Pernambuco

Deputado reforça que templos religiosos já seguem a redução de pessoas e que atitude do Estado por meio do Comitê não reconhece como serviço essencial.

Em vídeo divulgado hoje (30/05) nas redes sociais, o deputado estadual pastor Cleiton Collins (PP), lamenta que as igrejas não possam receber a presença de fiéis em pleno domingo do Senhor, após anúncio de novas medidas em Pernambuco, que vigoram nos finais de semana, de 29 a 30 de maio, e de 5 a 6 de junho de 2021.

“Hoje é domingo, um dia que tem pouca circulação. Era para a igreja tá funcionando presencial e as pessoas orando, pois muitas pessoas estão morrendo. E não é só o hospital científico, dos médicos, mas também o hospital da alma que precisa está aberto em oração” disse o pastor em vídeo.

Collins destacou que no atual momento o Estado não reconhece a igreja e templos religiosos como essencial, pois, caso reconhecesse o Comitê de combate à Covid-19 não impediria a presença de fiéis e ainda segundo o deputado, não houve diálogo sobre a decisão tomada.

“Deus sabe do meu esforço para tentar fazer esse diálogo ao longo dos anos entre as instituições religiosas. Tanto meu esforço como esforço de toda a bancada. Deus sabe disso e o povo de Pernambuco sabe disso. E nessa hora nós estamos sem ser presencial, eu acho um absurdo”, afirmou o pastor.

Leia também:
>>> Apesar de ser serviço essencial em PE, igrejas ficarão fechadas ao público nos próximos fins de semana, segundo novo decreto

O deputado gravou o vídeo para externar e seu protesto contra a decisão do governo e reforçou que a igreja precisa estar neste momento orando, acolhendo e abraçando as pessoas, pois, são muitas mortes, são muitas vidas que estão precisando de ajuda espiritual, ajuda social, o que segundo o líder religioso, a igreja faz tudo isso.

Assista o vídeo na íntegra:

Igreja essencial em Pernambuco

O governador Paulo Câmara (PSB), sancionou no dia 10 de maio o substitutivo ao Projeto de Lei (PL) nº 1094/2020, que considera as atividades religiosas essenciais em situações de calamidade pública e recebeu o aval do Plenário da Alepe no último dia 22 de abril. A proposta original é de autoria do deputado Pastor Cleiton Collins (PP). A pauta foi muito debatida na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Após alterações feitas pela Comissão de Administração Pública, a versão atual do texto prevê expressamente que, em circunstâncias excepcionais, o Poder Executivo poderá determinar, por decreto devidamente fundamentado, restrições a eventos presenciais dessa natureza.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal