Opinião

“Ciro tem que criticar Bolsonaro e parar de atacar Lula”, diz deputado Túlio Gadêlha

O deputado teve divergências com o comando do partido nas eleições municipais de 2020 e se afastou de Ciro e do presidente do PDT.

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) não concorda com a estratégia de Ciro Gomes (PDT-CE) de atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para ele, “Ciro tem que criticar Bolsonaro e parar de atacar Lula. Ciro não vai conquistar os votos de [eleitores de] Bolsonaro”.

“Não tenho achado que seja uma estratégia interessante os ataques ao Lula. No momento em que mais o país precisa de estadistas para vencer esta crise, vemos as nossas maiores referências entrarem em conflito. Isso tem me preocupado e me afastado desses projetos. Até o [Leonel] Brizola, para usar uma referência do PDT, dizia que o campo progressista dividido é escada para a direita conservadora subir. E é isso que está acontecendo”, disse o deputado à Folha.

O deputado, que reclama de falta de democracia interna no PDT, teve divergências com o comando do partido nas eleições municipais de 2020 e se afastou do ex-ministro e do presidente da sigla, Carlos Lupi.

“Não sei se terei fôlego e saúde mental para aguentar mais quatro anos de Bolsonaro”, diz, revelando temor com a chance de reeleição.

Apesar das críticas, o deputado concorda com a candidatura de Ciro.

“A candidatura de Ciro é legítima, é necessária. Acho que, [sobre] ter candidatura, cabe avaliar, discutir o momento. Tanto PDT quanto PT têm que fazer essa avaliação. Em 2018, não estávamos atravessando uma pandemia nem passando por um período de uma política genocida”, afirmou.

Ver mais:

>> Ciro Gomes: “Lula é o maior corruptor da história brasileira”

>> Ciro Gomes: ‘Bolsonaro está derrotado. A tarefa é reconstruir o Brasil’

>> Ciro Gomes terá que leiloar imóvel em junho para indenizar Fernando Collor

“Vivemos hoje um momento completamente diferente: extermínio da população brasileira, desemprego em níveis inimagináveis, a retirada de direitos da população mais carente, a destruição das políticas públicas, a entrega do Estado brasileiro, das suas riquezas naturais”, disse ainda o deputado.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal