Meio Ambiente

Prefeitura do Jaboatão instala projeto piloto de barreira ecológica em canal de Jardim Piedade

A instalação do equipamento foi feita pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente e Gestão Urbana em parceria com a Rede Nova Esperança.

A Prefeitura do Jaboatão instalou, na manhã desta quinta-feira (27), uma barreira ecológica no canal do bairro de Jardim Piedade, com o objetivo de ajudar na preservação dos rios e praias do município.

A instalação do equipamento foi feita pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente e Gestão Urbana em parceria com a Rede Nova Esperança, que agrega todas as cooperativas de catadores de recicláveis da cidade.

O prefeito Anderson Ferreira explicou que a barreira é construída de forma simples, com uma rede que envolve uma série de bombonas plásticas que flutuam, podendo acompanhar as mudanças do nível de água do canal, além de contar com estacas presas às margens para fixá-la.

“Esse é um projeto piloto que estamos implantando aqui na tentativa de diminuir a quantidade de resíduos sólidos que são descartados de forma incorreta em canais, rios, ruas e galerias da cidade. Esse material, se separado da forma correta, poderia estar gerando renda e ajudando famílias do Jaboatão”, disse o gestor.

Ver mais:

>> Prefeito Anderson Ferreira viabiliza implantação de escola da PRF no Jaboatão dos Guararapes

>> Brasil recebe mais de 629 mil doses Pfizer; outras cidades da RMR além de Recife, Olinda e Jaboatão já podem aplicar vacina

>> Prefeito Anderson Ferreira lança PPA 2022/2025 para planejar futuro do Jaboatão

O material que ficará retido pela barreira será recolhido semanalmente por agentes da Secretaria Executiva de Limpeza Urbana e Defesa Civil. Após a remoção, serão separados e encaminhados para a coleta seletiva do município. Na ocasião, agentes da prefeitura também realizaram um trabalho de conscientização com moradores do local para evitar o descarte incorreto de lixo.

Lucineide Travassos, catadora, aproveitou o momento para fazer um apelo à população.

“Diariamente e de forma incorreta, são jogados materiais plásticos, móveis e eletrodomésticos nos rios. Tudo isso causa danos ao meio ambiente, além de entupir galerias. Esse lixo retorna para nossas casas no momento que a chuva vem mais forte. Descartar de forma correta é uma forma de preservar a natureza e ajudar as famílias de catadores do Jaboatão”, pontuou.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal