Posicionamento

Pastor Silas Malafaia chama o senador Aziz de ‘arregão’ e diz que vai à CPI da Covid

A ida do pastor à CPI havia sido sugerida pelo senador Flávio Bolsonaro (Repubicanos-RJ), filho ‘01’ do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na última quarta-feira, 26 de maio, o pastor Silas Malafaia publicou nas redes sociais para falar sobre o veto de sua convocação na CPI da Covid-19, no Senado Federal pelo presidente da comissão, o senador Omar Aziz. Na publicação, o líder religioso chama Aziz de “arregão”.

O pastor também informou que “amanhã dou a resposta” e também disparou que vai ser quentíssimo. A ida do pastor à CPI havia sido sugerida pelo senador Flávio Bolsonaro (Repubicanos-RJ), filho ‘01’ do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo o Site do Estado de Minas, Na última quinta-feira (20/5), Flávio afirmou durante sessão da CPI que alguns senadores tentam “apurar” um possível “aconselhamento paralelo” de Bolsonaro em casos envolvendo a pandemia de COVID.

Então, por isso, o filho do presidente sugeriu que Malafaia fosse depor porque ele “tem fala direta com o presidente”.

Aziz negou votar o requerimento, porque, segundo ele, as conversas de Malafaia com Bolsonaro não significam que o pastor influencie nas ações políticas do presidente.

Influenciador

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos -RJ) afirmou à CPI da Covid que o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia De Deus Vitória Em Cristo (Advec), é um dos grandes conselheiros e influenciadores do presidente Jair Bolsonaro.

O filho do presidente questionava, na ocasião, as acusações da oposição sobre a existência de um “gabinete paralelo” de aconselhamento ao presidente sobre a pandemia, que incluiria o vereador Carlos Bolsonaro.

“Parece que é o maior absurdo um filho conversar com o pai. Toda hora fala aqui que não pode família aconselhar, teve até ministro sendo acusado de dar aconselhamento paralelo ao presidente da República. Querem ouvir uma pessoa que dá conselho ao presidente da República? Eu vou dar o nome: chame o pastor Silas Malafaia aqui. Esse fala quase que diariamente com o presidente e o influencia. Chamem ele aqui”, disse o senador Flávio.

Ver mais:

>> Silas Malafaia pede que Bolsonaro convoque as forças armadas

>> Silas Malafaia cancela encontro com Bolsonaro, após testar positivo para covid-19

>> Em vídeo, Silas Malafaia afirma: “Caluniar Bolsonaro pode! Falar mal de ministro do STF dá cadeia”

O filho do presidente foi escalado pelo Planalto para atuar na defesa do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello em seu segundo dia de depoimento à CPI da Covid.

Prisão

O pastor Silas Malafaia se pronunciou, na quinta-feira (17), sobre a prisão do deputado federal Daniel Silveira. O religioso protestou contra a postura de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Malafaia anunciou ainda que divulgará um novo vídeo com uma análise do caso.

“Vídeo mais tarde! Xingar e caluniar Bolsonaro pode! Falar mal de ministro do STF dá cadeia”, escreveu ele, no Twitter.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal