Recursos

Ministério da Saúde libera mais de R$ 1 bi para pagamento de UTIs destinadas à Covid-19

A verba faz parte do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde referentes ao Grupo Coronavírus.

O Ministério da Saúde liberou, nesta terça-feira (26) o repasse de mais de R$ 1 bilhão para os Fundos de Saúde de estados e municípios.

O dinheiro é destinado ao pagamento de 21.998 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) autorizados e vigentes em todo o país, destinados a atender, exclusivamente, pacientes acometidos pela Covid-19.

A portaria assinada pelo ministro Marcelo Queiroga e publicada no Diário Oficial da União (DOU) da terça-feira destina o montante para o custeio de UTIs Covid-19 adulto e pediátrico.

Como o dinheiro é transferido para os fundos dos estados, Distrito Federal e municípios, é necessário que os gestores locais procedam com o pagamento dos leitos, que podem ser próprios ou de instituições contratadas, como hospitais filantrópicos e Santas Casas, por exemplo.

A pasta tem transferido cerca de R$ 1 bilhão por mês para tratamento de pacientes com a Covid-19 internados em UTIs. A verba faz parte do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde referentes ao Grupo Coronavírus.

Apenas em 2021, o Governo Federal já liberou R$ 3,4 bilhões. A lista completa dos leitos pode ser consultada por estado e município por meio do portal Localiza SUS.

Ministério da Saúde

Leia mais:

>>> Eduardo da Fonte vai ao Ministério da Saúde para destravar recursos para o Hospital do Câncer de PE

  • Recorde de distribuição de vacinas

Mais de 33 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 foram distribuídas pelo Ministério da Saúde em maio. O número representa um recorde mensal no envio de vacinas para todos os estados e Distrito Federal desde janeiro.

O recorde será alcançado nesta semana, com a distribuição de mais 6,7 milhões de doses distribuídas pela pasta para todo o Brasil.

“Isso é um marco no avanço do ritmo na campanha de vacinação do país. Estamos comprometidos para vacinar toda a população até o fim do ano”, afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal