Resultado

Ministério da Saúde bate recorde ao distribuir mais de 33 milhões de doses de vacina em maio

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, já foram destinados mais de 90 milhões de doses de imunizantes – até o momento, mais de 58,7 milhões foram aplicadas.

Mais de 33 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 foram distribuídas pelo Ministério da Saúde em maio. O número representa um recorde mensal no envio de vacinas para todos os estados e Distrito Federal desde janeiro.

O recorde será alcançado nesta semana, com a distribuição de mais 6,7 milhões de doses distribuídas pela pasta para todo o Brasil.

“Isso é um marco no avanço do ritmo na campanha de vacinação do país. Estamos comprometidos para vacinar toda a população até o fim do ano”, afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O novo lote contém 6,1 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e outras 609 mil doses da Pfizer/BioNTech. A previsão é de que os estados e Distrito Federal comecem a receber as vacinas nas próximas 48 horas.

Nessa fase da distribuição, o ministério começará a enviar doses para a vacinação de trabalhadores de portos e aeroportos. A iniciativa de imunizar o grupo foi antecipada para ampliar e reforçar as medidas de proteção contra a nova variante do vírus.

Leia mais:

>>> Eduardo da Fonte vai ao Ministério da Saúde para destravar recursos para o Hospital do Câncer de PE

Além disso, estão sendo destinadas doses para ampliar a vacinação em outros grupos prioritários:

• Pessoas com comorbidades;

• Gestantes e puérperas com comorbidades;

• Pessoas com deficiência permanente;

• Forças de segurança, salvamento e Forças Armadas, e;

• Trabalhadores da saúde.

As orientações e a quantidade de doses para cada Unidade Federativa estão no 19º informe técnico.

A estratégia de distribuição é revisada semanalmente em reuniões entre União, estados e municípios, observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios.

O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: no caso das vacinas da Fiocruz e da Pfizer, o intervalo entre as doses é de 12 semanas.

Quase 100 milhões de doses distribuídas

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, já foram destinados mais de 90 milhões de doses de imunizantes – até o momento, mais de 58,7 milhões foram aplicadas. O andamento da vacinação no país pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS.

Ministério da Saúde

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal