Opinião

Presidente da CPI sobre passeio de Bolsonaro no RJ: “Motoqueiros do apocalipse”

O senador se referiu ao passeio de motocicleta com a participação do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro que aconteceu no domingo (23).

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, senador Omar Aziz (PSD-AM), criticou, nesta segunda-feira (24), o passeio de motocicleta com a participação do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro.

O passeio de moto com apoiadores no domingo, 23 de maio e o presidente Jair Bolsonaro discursou próximo ao Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, popularmente conhecido como Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, na zona Sul do Rio.

Em entrevista à rede CNN Brasil, o senador Aziz chamou o evento de ‘motoqueiros do apocalipse’.

“Eu diria que esse evento que estou vendo aí, seria os motoqueiros do apocalipse. Estavam, aí, festejando as mortes [por Covid-19]”, disparou o senador amazonense.

Ver mais:

>> Bolsonaro mostra força e reúne milhares de apoiadores em passeio de moto no Rio de Janeiro

Além de Jair Bolsonaro, participaram do evento o ex-ministro da Saúde general Eduardo Pazuello, os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, além do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos) e parlamentares.

“Essa aglomeração que foi feita, gerou algum emprego? Não gerou. Trouxe alguns dos mortos à vida? Não. Vai evitar mortos pela Covid? Não. O presidente, ao invés de se esforçar para fazer uma grande passeata, poderia se concentrar em trazer vacinas para o Brasil”, afirmou o presidente da CPI.

Aziz garantiu também que Pazuello será novamente convocado à comissão para prestar outro depoimento e indicou um possível indiciamento do general por, na avaliação do senador, ter mentido ao colegiado.

“Não tenha dúvida de que ele será reconvocado porque ele mentiu. Mentiu e mentiu muito. E aqueles que mentem na CPI, com certeza absoluta, serão indiciados. Iremos chamá-los novamente. Espero que, desta vez, não com o habeas corpus debaixo do braço”, assinalou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal