Ameaça

Omar Aziz: “Se Pazuello mentir de novo na CPI, sairá algemado”

A reconvocação do general será votada nesta quarta-feira (26).

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, disse nesta segunda-feira (24) que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello “sairá algemado” do Senado se ele “mentir de novo na comissão”.

A reconvocação do ex-ministro será votada nesta quarta-feira (26), após a participação de Pazuello no ato com o presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro.

“Se Eduardo Pazuello mentir de novo na comissão, sairá algemado. Não posso afirmar que vou prendê-lo, mas pode ter certeza que, se ele mentir… Se ele tiver um habeas corpus, eu não poderei prendê-lo. Manda ele sem habeas corpus lá, ele não vai brincar mais com a CPI e a população brasileira”, ameaçou o senador em entrevista ao portal Uol.

Ver mais:

>> Presidente da CPI da Covid informa que Pazuello será reconvocado na quarta-feira (26)

Omar Aziz diz que Pazuello deu versões conflitantes sobre as negociações do governo federal pelas vacinas, e por isso deve ser ouvido novamente.

O senador falou ainda sobre sua decisão de negar o pedido de prisão do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, e disse aos outros depoentes que não esperem que ele tome a mesma atitude nas próximas vezes, pois, em sua visão, a CPI já está “consolidada”.

“A atitude que eu tomei em relação ao Fabio Wajngarten… Os próximos depoentes não esperem que eu tenha a paciência. Se eu amanhã tomar a decisão de prender um depoente mentiroso, pode ter certeza que a CPI não acabará. Acabaria [no episódio de Wajngarten] porque estava no início. Hoje não. Hoje está consolidada”, declarou.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal