Conflito

Netanyahu ignora pressão de Biden e informa a continuação do bombardeio de Israel ao Hamas

Na ocasião, o presidente norte-americano pediu ao líder israelense que caminhe para um cessar-fogo.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, na quarta-feira (19) que aguarda “diminuição significativa” no conflito com o Hamas.

Segundo informações do canal CNBC, foi a quarta vez que os chefes de Estado conversaram desde o início das tensões na Faixa de Gaza.

Apesar do diálogo entre os dois, Netanyahu garantiu que seguirá em frente com a ofensiva militar contra os terroristas, segundo informações da agência de notícias Associated Press.

Trata-se da primeira divergência pública entre os dois governantes sobre a questão envolvendo a Palestina.

Ver mais: 

>> Ataque de Israel destrói prédio em Gaza que abrigava escritórios de imprensa

>> Israel é o país que mais aplicou vacina da Covid-19 no mundo; veja posição do Brasil, segundo plataforma internacional

>> Após ataque que matou pelo menos 42 palestinos, nova investida de Israel mata comandante islâmico

Ainda com base na CNBC, Netanyahu afirmou que o Hamas “está profundamente inserido em áreas civis” e usa pessoas como escudos humanos.

A declaração foi proferida durante encontro com embaixadores da Rússia, China, Índia, Alemanha, Áustria, Austrália, Japão, Brasil, Canadá e Itália.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal