Resolução

Áustria anuncia que deixará de aplicar vacina AstraZeneca contra Covid-19; saiba motivo

A decisão foi tomada pelo ministro da Saúde do país europeu, Wolfgang Mückstein, na terça-feira, 18 de maio.

A Áustria anunciou na terça-feira, 18 de maio, que deixará de aplicar a vacina contra Covid-19, AstraZeneca, que é produzida pela Universidade de Oxford. A decisão ocorre após o atraso na entrega do imunizante ao país.

Há também a relutância da população em tomar a vacina por causa dos casos de formação de coágulos que foram reportados, mesmo eles sendo bem raros.

“Provavelmente, continuaremos a administrar as primeiras doses até o início de junho e depois a AstraZeneca será descontinuada”, ressaltou o ministro da Saúde, Wolfgang Mückstein, à emissora local “Puls 24”.

O ministro afirmou que quem já tomou a primeira dose da AstraZeneca irá tomar a segunda sem qualquer prejuízo. O político ainda lembrou que a União Européia abriu dois processos contra a farmacêutica por conta dos atrasos de distribuição do imunizante

A Áustria é o terceiro país europeu a desistir da vacina, Noruega e Dinamarca já haviam anunciado a desistência. Os três países, assim como a União Européia, continuam aplicando outros três imunizantes: a Pfizer/BioNTech, Moderna e Janssen.

Leia mais:
>>> Após recomendação da Anvisa, Pernambuco suspende vacinação de grávidas e puérperas com AstraZeneca

Recebimento da vacina em Pernambuco

Pernambuco recebeu, na madrugada da terça-feira, 18 de maio, mais 255.100 doses da vacina contra a Covid-19 da Astrazeneca/Fiocruz. Esse quantitativo será voltado para a primeira dose da população com comorbidades e das pessoas com deficiência cadastradas no BPC, além da segunda dose de idosos entre 60 e 69 anos.

As vacinas chegaram ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre à 01h50, seguindo para checagem e armazenamento no Programa Estadual de Imunização. Os imunizantes começam a ser entregues às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) já nesta manhã, para que os municípios possam fazer a retirada dos seus respectivos quantitativos.

“A chegada dessas 255.100 doses é um reforço significativo para o nosso programa de imunização. Por isso, temos a preocupação de garantir agilidade para que as doses cheguem com agilidade e segurança às Gerencias Regionais de Saúde até o final do dia, permitindo a ampliação da vacinação para uma parcela expressiva da população”, disse o governador Paulo Câmara.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal