Declaração

Fernando Bezerra Coelho sobre CPI da Pandemia: “Querem criminalizar o presidente”

Em entrevista ao CB.Poder, o líder do governo no Senado explica os assuntos discutidos da Comissão e sobre o futuro da pandemia.

Um dos defensores mais atuantes do governo na CPI da Pandemia, o senador Fernando Bezerra Coelho, espera que o colegiado se mantenha técnico, imune à disputa política. Ele criticou o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL) por ter uma atitude “arbitrária” e “excessiva” na condução das oitivas. E disse que, além de busca falhas do governo federal, é preciso investigar possíveis equívocos e malfeitos de governadores e prefeitos.

“A missão da oposição é uma missão quase impossível. O que eles querem é criminalizar as ações de governo. Mais: querem criminalizar as ações do presidente. Vai ser difícil, por tudo que o presidente da República fez no sentido de enfrentar a pandemia”, disse o líder do governo no Senado. 

Em relação às vacinas, Fernando Bezerra afirma que a farmacêutica Pfizer também falhou nas negociações do governo. E que, apesar dos percalços, milhões de doses do imunizante estão assegurados aos brasileiros.

O líder do governo no Senado acredita que o verdadeiro teste para o Planalto ocorrerá na aprovação do relatório final da CPI. Neste momento, será possível avaliar a força dos aliados no Congresso.

Fernando Bezerra Coelho foi entrevistado na segunda-feira, 17 de maio, do CB. Poder, programa realizado em parceria entre o Correio Braziliense e a TV Brasília.

Leia mais:
>>> Ao vivo: ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo depõe na CPI da Covid

Piso salarial de enfermeiros sem acordo

Terminou sem acordo a reunião entre o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, outros senadores e representantes da Enfermagem, uma vez que o líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho – FBC (MDB-PE), não compareceu para discutir o projeto de lei que prevê um piso salarial para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de parteiras da rede pública e privada (PL 2.564/2020).

Da reunião participaram também o 1º vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rego (MDB-PB); o autor do projeto, senador Fabiano Contarato (Rede-ES); a relatora do texto, senadora Zenaide Maia (Pros-RN); o líder do PT, senador Rogério Carvalho (RN); um representante do Conselho Federal de Enfermagem (Confen) e ainda presidentes de conselhos estaduais da categoria.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal