Parceria

Governo Federal recebe do Canadá 14 veículos para transporte de oxigênio líquido

Eles farão parte do esforço logístico para armazenamento e transporte de oxigênio líquido no país, para combate aos efeitos da pandemia de Covid-19 nas redes pública e privada de saúde.

Contando com o apoio do Governo federal por intermédio do Ministério da Economia, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos Da Costa, acompanhou no dia 29 de abril, no Porto de Santos (SP), o recebimento de uma remessa de 14 carretas criogênicas do Canadá.

Elas farão parte do esforço logístico para armazenamento e transporte de oxigênio líquido no país, para combate aos efeitos da pandemia de Covid-19 nas redes pública e privada de saúde. A operação para trazer os veículos representou um investimento de R$ 14 milhões totalmente custeado pela White Martins.

A viagem incluiu um trecho rodoviário entre o Canadá e os Estados Unidos, onde as carretas criogênicas embarcaram para o Porto de Santos.

Uma das carretas que a empresa trouxe para o Brasil, chamada de cryo queen, pode armazenar até 80 mil metros cúbicos de oxigênio líquido, a maior capacidade de um equipamento desse tipo no Brasil. Os equipamentos foram adquiridos diretamente pela White Martins da filial de sua controladora no Canadá e passarão a fazer parte dos ativos da empresa no país.

Da Costa destacou que as carretas, muito em breve, vão circular por todo o país.

“Essas carretas vão levar o oxigênio para quem precisa. Para que vidas possam ser salvas e nós possamos superar os problemas que estamos vivendo.”

Leia mais:
>>> Governo Federal começa a distribuir lote de 1 milhão de vacinas da Pfizer

O transporte dos veículos, desde o Canadá até a chegada ao Brasil, seguiu rigorosos parâmetros de segurança, considerando também as dimensões dos equipamentos. As carretas criogênicas têm cerca de 3,5 metros de altura, 14 metros de comprimento e pesam cerca de 12 toneladas.

Já a carreta cryo queen possui cerca de 4 metros de altura, 16 metros de comprimento e pesa cerca de 22 toneladas.

As carretas criogênicas têm a função de transportar e entregar com segurança o oxigênio na forma líquida, em baixa temperatura (-186°C), nos tanques da White Martins instalados nas instituições de saúde.

Para que todo o processo seja realizado de forma eficiente, o projeto de fabricação contempla mecanismos que permitem o controle e transferência do oxigênio líquido para o tanque criogênico, além de materiais de isolamento que evitam troca de calor do produto com o ambiente externo, para que não ocorra vaporização do líquido ao estado gasoso.

Para viabilizar o uso das carretas em território nacional, após desembarque os equipamentos seguirão para a Fábrica de Equipamentos Criogênicos (FEC) da White Martins, em Sorocaba (SP), onde deverão passar por testes e adaptações, para liberação pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Após liberação para uso em território nacional, as carretas serão utilizadas na operação diária de transporte de oxigênio líquido para unidades de saúde, enquanto a cryo queen servirá como tanque de backup onde veículos menores poderão efetuar a retirada do produto, sem necessidade de deslocamento até uma planta produtora de oxigênio.

A expectativa é de que os equipamentos estejam disponíveis para operação a partir de maio.

Da redação do Portal com informações do Governo Federal

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal