Boicote

Europa rejeita produção agrícola de indígenas brasileiros

Países do Velho Continente alegam que comercializar com índios mancharia sua reputação

Na Europa, em um passado recente grupos varejistas, ativistas e até a UE  defendiam a retirada de itens do Brasil das prateleiras em resposta à política ambiental do governo Bolsonaro. Há 15 anos, boicote semelhante desencadeou a moratória da soja. Diante de medidas da época tomadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, organizações não governamentais e redes varejistas europeias vêm endurecendo o discurso a favor do boicote a produtos agroalimentares brasileiros. À época, movimentos do tipo ocorreram na Alemanha e no Reino Unido. No ano de 2019, houve boicote também na Suécia. Fora da Europa, uma organização de agricultores nos Estados Unidos pediu medidas semelhantes….

O líder do Grupo de Agricultores Indígenas, Arnaldo Zunizakae, afirmou nesta quinta-feira, 29, durante participação na tradicional live promovida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que países da Europa rejeitam terminantemente a produção agrícola dos indígenas brasileiros. “Produzimos grandes quantidades de soja, milho e feijão, mas nossos produtos têm de ser comercializados de maneira clandestina”, afirmou Zunizakae.

De acordo com o indígena, embora sua tribo, Paresi, produza de acordo com termos estabelecidos por Fundação Nacional do Índio (Funai), Ibama, Ministério Público Federal (MPF) e Tribunal de Contas da União (TCU), as nações europeias não compram os produtos. “Há um tratado que proíbe as empresas de comprarem grãos oriundos de terras indígenas”, acusou o agricultor.

A informação de Zunizakae foi confirmada pelo delegado da Polícia Federal (PF) e presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva, que também participou da conferência realizada por Bolsonaro. “Há, realmente, preconceito por parte dos europeus. As companhias recusam-se a adquirir os produtos dos indígenas brasileiros porque, segundo eles, isso mancharia sua reputação”, explicou.

 

Leia Também:

Ministério da Agricultura paga Garantia-Safra a 25 mil agricultores familiares

Petrolina abre seleção para atuação na Secretaria de Agricultura

 

Da redação do Portal de Prefeitura com informações da Revista eletrônica OESTE.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal