Solicitação

Eduardo da Fonte e Fabíola Cabral pedem ao TCU auditoria em reajuste tarifário da Celpe

Em outra ação de fiscalização do parlamentar, o TCU já encontrou erro de metodologia que calculou a mais o aumento da tarifa.

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) solicitou ao Tribunal de Contas da União que seja feita uma auditoria para detalhar e apurar a legalidade do reajuste tarifário de 7,46% para consumidores residenciais de Pernambuco.

O documento conta com o apoio da deputada estadual Fabíola Cabral (PP) e foi enviado ao TCU na terça-feira (27) após a Aneel autorizar o aumento. Em outra ação de fiscalização do parlamentar, o TCU já encontrou erro de metodologia que calculou a mais o aumento da tarifa.

A proposta inicial da companhia previa um reajuste ainda maior, de 10%, mas o índice aprovado foi menor após participação do parlamentar, no mês passado, na última audiência pública da Aneel sobre o tema.

“Mais uma vez o consumidor será penalizado por esse duro reajuste na conta de luz. O Brasil está mobilizado para atravessar essa grave crise econômica e sanitária e o que nós vemos é a falta de compromisso social da Celpe e da Aneel, que empurram essa fatura abusiva para os pernambucanos, que passa a valer já nesta quinta-feira (29). É surpreendente a agilidade para cobrar a mais na fatura e a demora para devolver o crédito de R$ 50 bilhões que o setor elétrico deve aos brasileiros por cobrar impostos a mais na nossa conta”, critica Eduardo da Fonte.

Solicitação

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) solicitou ao governador Paulo Câmara (Ofício 117) a inclusão de motoristas e cobradores de ônibus na Fase 1 dos grupos prioritários de imunização contra a Covid-19.

“Entendemos que é justa a reivindicação dos trabalhadores do transporte coletivo e enviamos essa solicitação para que os profissionais sejam contemplados com a imunização o mais rápido possível. A categoria presta um serviço essencial e está constantemente exposta ao vírus. A vacinação dos motoristas e dos cobradores é fundamental para manter o funcionamento das linhas de ônibus já que eles têm contato direto com centenas de pessoas todos os dias”, afirmou Eduardo da Fonte.

Da redação do Portal com informações da assessoria de Eduardo da Fonte 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal