Discordância

Deputado Alberto Feitosa defende Bolsonaro e critica Sindicato dos Professores Universitários

Categoria faz alusão ao Presidente da República usando a expressão "o senhor da morte chefiando o país" e utiliza, ainda, a palavra genocida em outdoors no Recife.

Em suas redes sociais, o deputado estadual Alberto Feitosa (PSC) fez duras críticas ao Sindicato dos Professores Universitários em virtude de outdoors espalhados pelas ruas do Recife. No material, o Sindicato faz alusão ao presidente Jair Bolsonaro usando a expressão “o senhor da morte chefiando o país” e utiliza, ainda, a palavra genocida.

Feitosa saiu em defesa do presidente, lembrando que o Governo Federal enviou R$ 57 bilhões a estados e municípios para o combate à covid-19 e destacou, ainda, que prefeitos e governadores não investiram bem o dinheiro, superfaturando preços de remédios e compra em excesso de materiais de proteção.

Confira o vídeo em que o parlamentar defende o Presidente Jair Bolsonaro:

Leia mais:
>>> Alberto Feitosa cobra que governador esclareça se passagem de ônibus irá aumentar

Medidas para minimizar impacto econômico

O deputado estadual Alberto Feitosa (PSC) apresentou no dia 4 de março, um pacote de indicações de medidas que fazem referência ao impacto econômico causado pelo surto de coronavírus.

A primeira delas solicita a criação de um programa de auxílio emergencial estadual para os pernambucanos que se encontrem em estado de vulnerabilidade social, enquanto perdurar a pandemia de Covid-19.

O documento justifica o pedido citando que as medidas adotadas pelo Estado causaram graves impactos sociais e econômicos e, ainda, a carência de ações inteligentes e eficazes no combate ao vírus colaborou para o fechamento de empresas e perda dos empregos.

O segundo documento requer a proibição da apreensão de veículos cujo pagamento do IPVA não esteja em dia, assim como taxas de licenciamento e de bombeiros e multas. A indicação pleiteia, ainda, a prorrogação do prazo para pagamento dos tributos citados de março para dezembro de 2021.

A terceira indicação faz um apelo ao governador Paulo Câmara no sentido de atender aos pedidos da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Pernambuco (Abrasel-PE) no intuito de reduzir o impacto econômico que as empresas do ramo vão sofrer diante de mais um decreto com medidas restritivas que prejudicam o setor.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal