Investigação

Em Camaragibe, Polícia Civil investiga vereador Toninho por roubo de celular de Roberto da Loteria

A Polícia trabalha com as imagens que mostram Toninho furtando o celular de Roberto.

A Polícia Civil de Pernambuco está investigando uma acusação inusitada: o roubo de um celular por parte do vereador Toninho, que teria praticado o crime contra o ex-vereador Roberto da Loteria, que teria ocorrido o ano passado em plena sessão da Câmara Municipal quando Toninho exercia a Presidência da Casa.

A Polícia trabalha com as imagens que mostram Toninho furtando o celular de Roberto de forma bem clara. O vereador de Camaragibe,  Antônio Oliveira (PP), conhecido como Toninho, é investigado pelo furto de um celular após sessão na Câmara de Vereadores do município.

Ver mais:

>> Camaragibe: Vereador pede que população não vote em Toninho que foi “flagrado, roubando celular”

>> Militante com ‘celular de Roberto’ provoca vereador Toninho que o processa

>> Vídeo: Vereador Toninho de Camaragibe é acusado de ‘roubar celular’ na Câmara Municipal

A acusação é do ex-parlamentar Roberto da Loteria, que no ano passado utilizou a tribuna da casa legislativa para afirmar que o colega teria furtado um aparelho celular após o fim da sessão de votação do processo de impeachment do ex-prefeito Demóstenes Meira (PSB) em 2019.

Na época, Roberto destacou que Toninho teria entregue o celular furtado ao filho e depois para um assessor.

“Eu digo com propriedade que quem roubou meu celular foi vossa excelência. Seu filho jogou o celular no canal, achavam que tinha milhões de ligações contra ele”, disse.

Relembre o caso:

No final de agosto do ano passado, o ex-vereador de Camaragibe, Roberto da Loteria, voltou a acusar o vereador e ex-presidente da Câmara dos vereadores de Camaragibe, Toninho, de ter roubado seu celular.

A primeira acusação aconteceu no dia 25 de agosto, e Roberto voltou a afirmar o “roubo”, onde também pediu que a população camaragibense “não reelegesse em Toninho”, pois, segundo o vereador “Camaragibe não merece”.

“A gente continuar em mais quatro anos e colocar o candidato que foi flagrado aqui na Casa roubando celular, que foi o vereador Antônio Oliveira, voltar para essa Casa. Minha gente isso é uma vergonha. Minha gente se vocês quiserem provas, em relação ao que aconteceu, eu tenho provas e mais provas”, afirmou Roberto.

O vereador afirmou que tem várias testemunhas sobre o ocorrido e falou sobre a gravação.

“Vi uma gravação que na época, que esse cidadão bonzinho, olhou para ele e disse, ‘presidente vamos ali nas câmeras para ver se realmente alguém pegou o meu celular’, e ele com a cara mais cínica do mundo, como a que ele está agora também, com o olho bem fininho, e dizer que as câmeras não pegaram não”, declarou.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal