Posicionamento

Bolsonaro é entrevistado por Sikêra JR., cita Lula e diz que Exército pode ‘ir para as ruas’ contra lockdown

A declaração do presidente ocorreu durante o programa do apresentador Sikêra Jr, que é publicamente declarado apoiador do chefe da nação brasileira.

Em visita ao estado do Amazonas, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro disse durante entrevista para a TV local que o Exército Brasileiro está preparado para evitar as medidas de isolamento social decretadas pelos governadores e prefeitos do Brasil. Segundo Bolsonaro, a “política do lockdown, do toque de recolher, essa política de ‘fique em casa’  são um absurdo”.

A declaração foi feita durante o programa do apresentador Sikêra Junior, que também faz críticas aos governadores no combate a pandemia da Covid-19.

“Se tivermos problemas, nós temos um plano de entrar em campo. Eu sou o chefe supremo das Forças Armadas. O nosso Exército, as nossas Forças Armadas, se precisar, nós iremos para as ruas. Mas não para manter o povo dentro de casa, e sim para restabelecer todo o artigo 5º da Constituição. Se eu decretar isso, vai ser cumprido este decreto. Então, as nossas Forças Armadas podem ir para a rua um dia, sim, dentro das quatro linhas da Constituição para fazer cumprir o artigo 5º, direito de ir e vir, acabar com essa covardia de toque de recolher, direito ao trabalho, liberdade religiosa de culto, para cumprir tudo aquilo que está sendo descumprido por parte de alguns governadores e alguns poucos prefeito”, afirmou o presidente Bolsonaro.

Durante a sua fala,  o presidente Bolsonaro também afirmou que esse “transtorno” foi causado pelo STF, pelo “poder excessivo que delegou” aos governadores:

“Agora o que acontece? Eu não posso extrapolar, e isso alguns querem que a gente extrapole. Eu estou junto com meus 23 ministros, você pega da Damares ao Braga Netto, todos, 23, praticamente conversados sobre isso aí, o que fazer se um caos generalizado se instalar no Brasil pela fome, pela maneira covarde como alguns querem impor essas medidas”, disparou.

Durante a entrevista, o chefe do executivo nacional cumprimentou um jumento que é um dos personagens do programa, e brincou ironizando o presidente Lula dizendo: “Companheiro, em 2022 estamos juntos”.

Contradição

O apresentador Sikêra Jr surpreendeu a todos ao surgir em um vídeo recebendo a primeira dose contra a Covid-19. A vacinação do comunicador aconteceu em Manaus, no último sábado (17), alguns meses após o comunicador criticar justamente a vacina chinesa.

Sikêra recebeu a CoronaVac, fabricada pelo laboratório Sinovac, localizado na China. O imunizante foi feito em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo, que também foi criticado por Sikêra Jr. Em novembro do ano passado, inclusive, o apresentador chegou a afirmar que não tomaria a substância.

Na ocasião, Sikêra Jr ainda mandou um “recado para os esquerdistas.”

“Meu corpo, minhas regras. Queria que vocês [que criaram a campanha] se juntassem a mim. É uma campanha bacana que a gente quer fazer, dizendo: ‘Olha, tenho direito a não querer, a não ser vacinado’. Não tenho direito? O corpo não é meu? Meu corpo, minhas regras”, argumentou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal