Assistência

Governo Federal distribui mais de 270 mil cestas de alimentos no Amazonas

A entrega vai chegar a cerca de 121 mil famílias de comunidades tradicionais, entre indígenas, quilombolas, pescadores e extrativistas do Estado.

O Governo Federal vai distribuir mais de 270 mil cestas de alimentos para garantir a segurança alimentar da população do Amazonas. A ação faz parte da Iniciativa Brasil Fraterno, que atende famílias vulneráveis nos municípios mais afetados pelos efeitos econômicos e sociais da pandemia do novo coronavírus. A entrega vai chegar a cerca de 121 mil famílias de comunidades tradicionais, entre indígenas, quilombolas, pescadores e extrativistas do estado. Está prevista a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Cada cesta reúne produtos que incluem: arroz, feijão, óleo vegetal, macarrão, flocos de milho, farinha de mandioca, açúcar e leite em pó. Na distribuição, 53.480 mil famílias de indígenas serão atendidas, além de 61.656 mil famílias de pescadores, 4.653 famílias de extrativistas e 829 famílias de quilombolas.

“Assim como o Auxílio Emergencial 2021, as ações de segurança alimentar integram a resposta do Governo Federal para garantir dignidade ao nosso povo, em especial nesse período de pandemia. O Ministério da Cidadania é o braço social do governo Jair Bolsonaro e tem que estar perto de quem mais precisa. Não vamos deixar ninguém para trás”, afirmou o ministro da Cidadania, João Roma.

O Brasil Fraterno é uma rede nacional de solidariedade criada para promover a segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa tem a participação do Programa Pátria Voluntária, que mobiliza a sociedade a fazer doações de cestas de alimentos, a articulação do Ministério da Cidadania, que estabelece conexões entre as entidades de assistência e desenvolvimento social, e a parceria do Sistema S, que utiliza sua capilaridade para captar recursos junto à iniciativa privada.

Leia também:
>>>Bolsonaro diz que reduzirá emissões de gases do Brasil até 2030

Os alimentos que serão distribuídos no Amazonas foram comprados por R$ 38 milhões a partir de Termo de Execução Descentralizada (TED) firmado entre o Ministério da Cidadania e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

As cestas são adquiridas a partir da Ação de Distribuição de Alimentos (ADA), coordenada pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva  (SEISP) do Ministério da Cidadania. Os alimentos são comprados e distribuídos com apoio da Conab pelas fundações responsáveis pela identificação e seleção dos beneficiários, como a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Fundação Palmares.

Além da parceria com a Conab, serão distribuídas no Amazonas cestas de alimentos doadas pelo SESC-AM, pela Organização das Cooperativas do Brasil (OCB-AM), pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pela Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Da redação do Portal com informações do Governo Federal

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal