Campanha

PDT contrata João Santana, ex-marqueteiro do PT e delator da Lava Jato

Santana responsável pelas campanhas políticas que culminaram nas eleições de Luiz Inácio Lula da Silva (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014) à Presidência da República.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) terá, como responsável pela comunicação do partido, o marqueteiro João Santana.

O baiano, responsável pelas campanhas políticas que culminaram nas eleições de Luiz Inácio Lula da Silva (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014) à Presidência da República, passará a ter um cargo-chave na campanha de Ciro Gomes ao cargo em 2022.

A notícia foi revelada pelo próprio candidato do PDT, em seu Twitter.

Ver mais:

>> Eleições 2022: De acordo com pesquisa, Ciro Gomes e Bolsonaro aparecem empatados no segundo turno

>> Ciro Gomes sobre 2° turno entre Bolsonaro e Lula: “iria novamente a Paris”

>> Ciro Gomes terá que leiloar imóvel em junho para indenizar Fernando Collor

Além das campanhas brasileiras de Lula e Dilma, João Santana imprimiu sua digital em diversas campanhas presidenciais vitoriosas na América Latina: eleições como a de Hugo Chávez em 2012 na Venezuela, assim como campanhas no Panamá, República Dominicana, Angola e El Salvador foram comandadas pelo publicitário e sua esposa, Mônica Moura.

Os dois também fazem parte da história da Lava Jato: João Santana chegou a ser preso em 2016, sendo condenado por lavagem de dinheiro para as campanhas do PT. No ano seguinte, João fez delação premiada para reduzir a sua pena.

Em outubro de 2020, em entrevista ao Roda Viva, o marqueteiro já havia defendido o nome de Ciro Gomes como o mais forte para a presidência.

Da redação do Portal com informações do Congresso em Foco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal