Limpeza

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021

Prefeito João Campos vistoriou a limpeza do Canal do Rio Morno, no trecho localizado entre os bairros da Linha do Tiro e Dois Unidos.

Entre as localidades mais atingidas pelas chuvas na última semana no Recife, os bairros de Dois Unidos e Linha do Tiro, na Zona Norte da capital, receberam a visita do prefeito João Campos nesta segunda-feira (19). Por lá, a Prefeitura do Recife iniciou intervenções no canal do Rio Morno para remoção de lixo e limpeza das margens, com objetivo de preparar o entorno para a chegada do inverno.

Desde a segunda semana de janeiro, quando foi iniciada a limpeza dos canais da cidade, a gestão já atuou em 34 canais e outros 11 estão com limpeza em andamento. Ao todo, cerca de 35 mil toneladas de resíduos já foram retirados de canais somente este ano.

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

“A gente está aqui fiscalizando a limpeza do Rio Morno, que fica entre a Linha do Tiro e Dois Unidos. Tem uma equipe fazendo a limpeza da margem e tem máquinas também trabalhando para poder fazer a limpeza de resíduos. Já são mais de 35 mil toneladas recolhidas nos canais e da drenagem do recife ao longo deste ano”, destacou João Campos.

No Rio Morno, será atendido um trecho de cerca de 4 quilômetros, com previsão de remoção de cerca de 6 mil toneladas de resíduos. O investimento é de R$ 250 mil. A intervenção faz parte da Ação Inverno 2021, que envolve o trabalho de diversas Secretarias e Órgãos com foco na manutenção, prevenção e redução de danos na cidade para o período de chuvas.

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

Os serviços vêm sendo realizados pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), responsável pela limpeza dos 99 canais do município, operação que recebe investimentos anuais da ordem de R$ 7 milhões.

O prefeito João Campos pediu ainda a colaboração da população para evitar transtornos em dias chuvosos, já que o descarte incorreto de resíduos acaba comprometendo o sistema de macrodrenagem da cidade.

“Isso chama responsabilidade para toda a população. A Prefeitura faz a parte dela de limpar, de fazer manutenção, mas é fundamental que cada um e cada uma possa descartar o lixo no lugar correto e adequado. Assim como esta limpeza, a gente está passando pelos 99 canais da cidade para poder preparar o Recife sobretudo para este momento desafiador do inverno, quando aumenta consideravelmente o volume de chuvas.”

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

Para se ter ideia da dimensão do descarte incorreto de resíduos, a coleta mensal de lixo domiciliar da cidade gira em torno de 45 mil toneladas e, assim, o montante de lixo incorreto já retirado dos canais representa quase 20% das 192 mil toneladas de lixo total oriunda de coleta domiciliar e limpeza de canais do Recife até a primeira quinzena de abril de 2021.

Sem a compreensão e empenho da população, entretanto, os esforços se mostram insuficientes para garantir o escoamento das águas em períodos chuvosos.

Ver mais:

>> João Campos é o prefeito mais bem avaliado do Grande Recife no combate a pandemia

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

Moradora de Dois Unidos, a costureira Jacira da Silva, 59 anos, tem esperança de um inverno com menos transtornos.

“Praticamente todo ano, a gente perde coisa dentro de casa, é um sofrimento. A gente espera que agora a situação melhore”, conta.

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

O assistente técnico Erivan Correia, 35, argumenta que a limpeza ajuda a minimizar os danos para a população.

“Com a limpeza do Rio Morno nesses últimos tempos, minimizou muito o sofrimento. Se não tivesse sido feito serviço por aqui agora em março, o nível de água teria sido muito maior nas chuvas da última semana.”

Além dos danos causados à mobilidade da população, o descarte incorreto também afeta a flora, uma vez que boa parte dos materiais é composta por plástico, que leva centenas de anos para se decompor, além de também se tornar uma ameaça à fauna marinha, uma vez que parte desses resíduos chega ao mar e deixa os animais em risco, pois podem confundir o plástico com comida, fato que leva a milhares de mortes anuais de espécimes marinhos.

Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021
Prefeitura do Recife já retirou mais de 35 mil toneladas de lixo dos canais da cidade em 2021/ Foto: Marcos Pastich/PCR

Canais já limpos no primeiro trimestre

Santa Terezinha (Santo Amaro); Ibiporã (Coque/Joana Bezerra); Fernandinho (Joana Bezerra); Derby-Tacaruna (Derby); do Arruda (Arruda-Vasco da Gama); da Cohab/Canal A (Torreão); do Torreão/Canal B (Torreão); da Barriguda (Encruzilhada); do Chié (Campo Grande); Passarinho (Nova Descoberta); Córrego da Padaria (Água Fria); do Serpro (Casa Forte); do Parnamirim/Lemos Torres (Parnamirim); da Amizade (Nova Descoberta); do Buriti/Canal Macaxeira (Buriti); Córrego do Jenipapo (Córrego do Jenipapo); Nova Descoberta (Nova Descoberta); Riacho dos Macacos (Guabiraba); do Jacaré (Tamarineira); do Prado/Padre Theófilo (Prado); do Zumbi/Berardo/Rua Antônio de Sá (Prado); de Torrões (Torrões); Roda de Fogo (Torrões); Rio Jiquiá / trechos: Planeta Curado/BR/zepelim (Jardim São Paulo); da Marinha (Jiquiá); Jardim Uchôa (Areias); São Pedro/Dirceu Borges (Afogados); da Mangueira (Mangueira); Marcos Freire/Riacho Camaragibe (Caxangá); Santa Maria (Barro); do Ibura (Ibura); Canal Pessegueira (Ibura); Canal Córrego São Gabriel (Água Fria) e Jordão (Jordão).

Canais com limpeza em andamento

Córrego da Areia (Nova Descoberta); Rio Morno (Guabiraba); do Sambra/Nossa Senhora de Fátima (Jardim São Paulo); Guarulhos (Jardim São Paulo); Jardim Terezópolis (Várzea); da Malária com trecho Dancing Days (Ipsep); Três Carneiros/Monte Verde (Cohab); Travessa Realeza; Córrego do Deodato; Ary Peter; e Rio Morno.

Ecoestações

Outro serviço disponível para a população é o descarte através das Ecoestações, onde podem ser depositados objetos maiores como sofás, camas e demais eletrodomésticos. Atualmente há 10 Ecoestrações instaladas no Recife estão nos bairros do Ibura, Imbiribeira, Campo Grande, Totó, Cohab, Torrões, Torre, Arruda, Pina (Via Mangue) e Iputinga.

Além dos recicláveis, as Ecoestações recebem outros tipos de resíduos, como móveis velhos, restos de pequenas obras residenciais e outros materiais, evitando que os entulhos sejam descartados irregularmente em vias públicas ou nos canais.

A população pode entregar uma quantidade de resíduos e entulho calculada em até um metro cúbico por dia de segunda a sábado, das 8h às 16h. Não são permitidos descartes de lixo hospitalar, industrial e eletrônico.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal