Dinheiro

Pernambuco: Maior programa de transferência de renda repassa R$ 154 milhões para população em situação de vulnerabilidade em 2021

Na sexta-feira (16), mais um grupo de beneficiários do programa Bolsa Família recebe a parcela extra de R$ 150 do Governo de Pernambuco.

Começou na sexta-feira (16) e mais um grupo de beneficiários do programa Bolsa Família estará apto a receber uma parcela extra do benefício, pago pelo Governo de Pernambuco através do Décimo Terceiro do Bolsa Família.

Com o pagamento, que segue até o próximo dia 30, Pernambuco já soma o total de R$ 154  milhões disponibilizados para população em situação de vulnerabilidade nos últimos três meses.  Dessa vez, a parcela extra de até R$ 150,00 será destinada a quem faz aniversário nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, somando  388.374 famílias neste grupo.

Desde fevereiro, quando se iniciou o pagamento do benefício referente ao último ano, 1.150.045 famílias foram beneficiadas com a iniciativa, que representa 34% da população do Estado. O saque dos valores podem ser realizados nos mesmos locais e com o cartão já utilizado pelo beneficiário.

Para sacar, é preciso ficar atento ao último dígito do Número de Identificação Social (NIS), que segue o mesmo calendário do governo federal, para evitar aglomerações nos locais de pagamento.

Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, destaca que, no momento em que a população está diante de um cenário economicamente desafiador impactado pela pandemia, o Governo de Pernambuco reforça a rede de assistência social.

“Pelo segundo ano consecutivo, a gestão estadual garante esse compromisso com público de maior vulnerabilidade social. Em pouco mais de 14 meses, desde fevereiro de 2020, são mais de R$ 300 milhões disponibilizados para mais de um terço da população pernambucana, o que evidencia o compromisso firmado pelo governador Paulo Câmara mesmo antes dessa pandemia que impossibilitou a atividade econômica de tantas famílias”, afirmou o gestor.

Vale lembrar que a parcela disponibilizada este mês ficará disponível por até 120 dias para saque dos beneficiários. Quem recebeu em fevereiro e março ainda tem entre 60 e 90 dias para sacar os valores, caso ainda não tenha feito.

O benefício é disponibilizado para todos que estão inscritos no programa Bolsa Família (ou estiveram por pelo menos seis meses contínuos ou não) em 2020 e a parcela é igual ao que o beneficiário já recebe, com limite até R$ 150,00. Caso receba a pessoa abaixo disso, é possível ampliar o valor desde que insira o CPF em notas fiscais eletrônicas.

Em Pernambuco, 14 mil estabelecimentos são credenciados com nota fiscal eletrônica. O reembolso pode chegar a até 5% do valor total das compras com a aquisição de itens de alimentação, medicamentos, material de higiene pessoal, material de limpeza, vestuário, calçado e gás de cozinha, não ultrapassando o limite de R$ 150,00.

Ver mais:

>> Pernambuco investe na construção de três novos parques de convivência; veja quais são as cidades

Consulta

Para dúvidas e esclarecimentos, a população poderá utilizar o serviço da Ouvidoria Social, que atende por meio do telefone 0800.0814421, de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h.A SDSCJ disponibiliza uma plataforma para que os beneficiários do programa possam conferir quanto irão receber do benefício estadual.

O acesso é rápido e demanda apenas o Número de Identificação Social (NIS), que pode ser conferido nos cartões do Bolsa Família, e a data do nascimento do titular. O link de acesso é: www.sdscj.pe.gov.br.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal