Mobilidade

Prefeitura do Recife entrega maior faixa de pedestres da cidade nesta quinta (15)

O uso de urbanismo tático tem sido uma estratégia para redução de sinistros de trânsito na cidade. Ao todo, já são mais de 350 mil pessoas beneficiadas com as intervenções, que já somam 30 áreas no total.

Para beneficiar cerca de 18.400 pedestres que transitam nas proximidades da Avenida Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Santo Antônio, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (Sepul) e

entregará, nesta quinta-feira, 15 de abril, um projeto inovador na via: a maior faixa de pedestres da cidade, com 34 metros de comprimento, para abarcar o alto número de pessoas que andam a pé.

Além disso, foi usado, também, urbanismo tático, tanto para alargar as calçadas, como fazer ilhas de refúgios para pedestres na travessia.

Ao todo, são 259 m² a mais no alargamento de calçadas e criação de ilhas para pedestres, além da criação de uma nova faixa de pedestres e o aumento da faixa de pedestres de 16m para 34m, garantindo um desenho inédito na cidade.

Recentemente, duas outras áreas da cidade ganharam melhorias com uma estratégia parecida: na Rua Velha e no Alto José Bonifácio.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, destacou o diferencial que a nova área trouxe para a avenida.

“Temos muitos pedestres e foram contemplados com um equipamento que atende a demanda deles na via, esse é o objetivo da nossa gestão: trazer ruas que sejam mais seguras para as pessoas e vejo que estamos avançando nesse sentido.”, disse a gestora.

Leia mais: 
>>> Prefeitura do Recife entrega duas mil cestas básicas à instituições de apoio às Pessoas com Deficiência

O uso de urbanismo tático tem sido uma estratégia para redução de sinistros de trânsito no Recife. Ao todo, já são mais de 350 mil pessoas beneficiadas com as intervenções, que já somam 30 áreas no total.

De acordo com os registros da CTTU, o período de janeiro e fevereiro entre 2019 e 2020 registrou uma redução de 41% de sinistros com vítimas após as intervenções. Áreas como o Largo da Paz tiveram sete sinistros com vítimas neste período de 2019 e, no ano seguinte, duas ocorrências.

Na Avenida Cruz Cabugá, o número também caiu de 23 para 14 no mesmo período. Na Avenida Conde da Boa Vista, a mudança foi de 22 para quatro sinistros com vítimas também neste período.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal