Tratamento

Em visita a Chapecó, Bolsonaro elogia prefeito que adota o mesmo posicionamento do presidente no combate à pandemia

Bolsonaro estava acompanhado dos ministros Marcelo Queiroga (Saúde), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Onyx Lorenzoni (Secretaria Geral) e Carlos França (Relações Exteriores).

Na visita a Chapecó, cidade comandada pelo prefeito João Rodrigues (PSD), que tem discurso alinhado ao de Bolsonaro em relação à pandemia, nenhuma medida nova foi anunciada.

Em encontro realizado no Centro de Eventos, o presidente discursou a favor do chamado “tratamento precoce”, com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença e que, segundo a Associação Médica Brasileira, deveriam ter seu uso contra a Covid banido.

“Eu não sei como salvar vidas, eu não sou médico, não sou enfermeiro, mas eu não posso escolher a liberdade do médico ou até mesmo do enfermeiro. Ele tem que buscar uma alternativa para isso”, afirmou.

Por diversas vezes na sua fala, o presidente reiterou que os médicos tenham autonomia e liberdade para escolher o tratamento a ser aplicado, inclusive com medicamentos sem comprovação para a doença.

“Não podemos admitir impor limites ao médico. Se o médico que não quer receitar aquele medicamento, que não receite. Se outro cidadão qualquer acha que aquele medicamento não está errado… não está certo porque não tem comprovação científica, que não use, é liberdade dele. O off-label, fora da bula, é o remédio ‘pro’ paciente. Hoje, têm aparecido medicamentos que ainda não estão comprovados, que estão sendo testados, e o médico tem essa liberdade. Tem que ter. É um crime querer tolher a liberdade de um profissional de saúde”, disse.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi na mesma linha do presidente. Ele relacionou a autonomia dada aos médicos à recuperação dos pacientes e disse que Chapecó poderia servir de exemplo.

“Aqui em Chapecó, no estado de Santa Catarina, que tem um sistema muito organizado, nós podemos ter um exemplo que é possível conciliar a autonomia do médico com a recuperação dos nossos pacientes”, afirmou.

Sem mencionar o colapso no sistema de saúde local, o prefeito da cidade, ao discursar, disse que o vírus estava “sob controle” e omitiu que o município chegou a suspender as atividades não essenciais por duas semanas em fevereiro.

Ver mais:

>> Bolsonaro publica vídeo de prefeito que incentiva tratamento precoce contra covid

Incentivo de medicação precoce

O presidente Jair Bolsonaro publicou em sua página no Facebook, na manhã desta segunda-feira (5), um vídeo em que o prefeito de Chapecó (SC), João Rodrigues (PSD), incentiva governadores e prefeitos a adotarem o tratamento precoce contra a covid-19.

“Ouçam o prefeito de Chapecó”, disse Bolsonaro, ao compartilhar o vídeo.

O tratamento precoce contra covid-19 não tem eficácia comprovada e é contraindicado por sociedades médicas científicas e organismos internacionais e nacionais, como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal