Crítica

Bolsonaro acusa governadores de usarem verba contra Covid-19 para botar contas em dia; mais de R$ 500 bilhões já foi repassado

Presidente relatou que os líderes estaduais estariam desviando recursos fornecidos pelo Executivo a ações de enfrentamento à doença para quitar débitos das suas gestões.

O presidente Jair Bolsonaro criticou, mais uma vez, a atuação de governadores para tentar conter a pandemia da covid-19 e acusou os líderes estaduais de desviarem recursos fornecidos pelo Executivo a ações de enfrentamento à doença para quitar débitos das suas gestões.

“Dinheiro foi para estados e municípios, muito dinheiro, bilhões de reais, mas nós sabemos que muitos governadores e prefeitos usaram esse recurso para pagar folha atrasada, botar suas contas em dia, e não deram a devida atenção para a saúde no momento”, ponderou o presidente, em live nas redes sociais nesta quinta-feira (1º/4).

Leia também:
>>> Governo Bolsonaro repassou mais de R$ 420 bilhões para os estados; confira valores

O mandatário disse ainda que o governo federal sempre fez a sua parte no combate ao novo coronavírus e que responsabilizar a sua gestão pelas mortes causadas pela doença “não é nada mais, nada menos do que má fé”. “Mortes, infelizmente, estão acontecendo. Mesmo que os governadores e prefeitos tivessem tomado as melhores medidas do mundo, nós saberíamos que as mortes ocorreriam”, acrescentou.

Bolsonaro voltou a reclamar das medidas que restringem a atividade do comércio e a circulação de pessoas como forma de evitar a disseminação do vírus. Mesmo com unidades de terapia intensiva (UTIs) superlotadas, ele diz que isso não é justificativa para lockdowns. “No meu entender, isso está equivocado”, opinou Bolsonaro.

O presidente continuou as críticas ao apresentar reportagens de jornais da Argentina mostrando que a pobreza no país já afeta 19 milhões de pessoas, em razão das medidas restritivas adotadas pelo governo local.

“O Brasil está indo no mesmo caminho. Não sei o que se passa pela equipe de alguns governadores que mantêm essa política de fechar tudo”, comentou.

Repasse de valores passa de R$ 500 bilhões

O Governo Federal vem promovendo diversas medidas de apoio a estados brasileiros desde o início da crise sanitária da Covid-19. Já foram repassados mais de R$ 420 bilhões direto aos caixas dos governos estaduais até 15 de janeiro de 2021. Além disso, o Governo Federal suspendeu as dívidas dos estados com a União e fez o pagamento do Auxílio Emergencial à população.

Bolsonaro apresenta números

O presidente da República tuitou na tarde do domingo, 28 de fevereiro de 2021, os valores que cada ente da Federação recebeu em 2020, levando em conta os repasses sem relação direta ao combate à pandemia. Engloba tanto valores diretos (saúde, por exemplo) quanto indiretos.

No total, R$ 847 brilhões foi repassado aos governos regionais até 15 de janeiro de 2021, segundo o presidente Jair Bolsonaro. Em auxílios foram R$ 293,8 bilhões. Os números divulgados pelo chefe do Executivo Federal foram compilados na tabela abaixo.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal