Mudanças

Igrejas e templos religiosos em Pernambuco ficam limitados aos horários de missas e cultos a partir de 1º de abril

Há horários específicos para funcionamento de segunda a sexta-feira e nos finais de semana. Informação se encontra no novo Plano de Convivência com a Covid-19 do Governo do Estado.

O Governo de Pernambuco divulgou, nesta semana, o novo Plano de Convivência com a Covid-19. As novas regras, que passam a valer na próxima quinta-feira (1º), estipulam horários de funcionamento de atividades consideradas não essenciais como as igrejas e templos religiosos.

Nestes locais, as atividades com a presença de fiéis estão permitidas, de segunda a sexta-feira, das 5h às 20h e nos fins de semana, das 5h das 17h. De acordo com o documento, divulgado pelo governo Paulo Câmara, para que esses espaços possam funcionar é preciso que as igrejas e templos obedeçam algumas normas como o uso obrigatório de máscaras, higiene, quantidade máxima e o distanciamento mínimo de pessoas.

Mesmo com a divulgação das novas regras, atividades religiosas presenciais nas igrejas e templos religiosos estão proibidas de acontecer neste fim de semana, pois o Estado ainda convive com o atual decreto de Lockdown. Apenas serviços considerados essenciais podem funcionar em todo o território estadual. Nesta semana, o Governo do Estado prorrogou a data término da medida mais rígida para o dia 31 de março.

Confira aqui o Plano de Convivência na íntegra 

Leia também:
>>>Governo de Pernambuco estende lockdown até 31 de março

Pandemia em Pernambuco

Em meio as medidas duras de restrição, Pernambuco confirmou na última sexta-feira, 26 de março, 2.227 casos confirmados da Covid-19. Com os números divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde, o Estado atingiu, pelo terceiro dia, um recorde nos números. Até agora, desde o início da pandemia, Pernambuco totaliza 341.249 infectados pelo novo coronavírus.

A SES-PE também confirmou no último boletim mais 62 óbitos, ocorridos entre o dia 10 de outubro de 2020 e a quinta-feira (25). Com esses novos registros de mortes, a média móvel de falecimentos em Pernambuco subiu para 43, a mais alta desde 11 de agosto de 2020. Agora, Pernambuco já possui mais de 11 mil vidas perdidas para a doença.

O boletim divulgado também registrou um total de 289.968 pacientes recuperados da doença. Destes, 20.677 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 269.291 eram casos leves. O Governo do Estado divulga todos os dias o Boletim nas redes sociais. A população pode acompanhar seguindo as plataformas digitais.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal