Saúde

Pernambuco ultrapassa a marca de 1,4 mil leitos de UTI exclusivos para casos de Covid-19

Estado também conta com 1.144 leitos de enfermaria, totalizando 2.553 leitos para a assistência aos pacientes com Coronavírus.

Dados do Governo do Estado mostraram que, na terça-feira (23), Pernambuco ultrapassou a marca de 1,4 mil leitos de UTI voltados exclusivamente para pacientes graves acometidos pela Covid-19. Agora, o Estado conta com 1.409 vagas de terapia intensiva espalhadas do Litoral ao Sertão, em unidades da rede pública e também em serviços da rede privada contratualizados pelo Governo de Pernambuco. Além disso, há outros 1.144 leitos de enfermaria, totalizando 2.553 leitos para a assistência aos casos da Covid-19.

Leia também:
>>>Governo de Pernambuco anuncia abertura de mais de 200 leitos de Covid-19 nos próximos dias

De acordo com a gestão estadual, foram abertos mais dois leitos de terapia intensiva na UPAE de Petrolina – unidade que conta agora com 30 vagas de UTI e 20 de enfermaria. Além disso, 10 leitos de UTI no Hapvida – Unidade Caxangá estão sendo regularizados pelo Governo. Desde o início do mês de março, já são 405 leitos de terapia intensiva abertos em todo o Estado, uma média de 18 novas vagas de UTI por dia.

Governo de Pernambuco estende lockdown até 31 de março

O governador Paulo Câmara anunciou, em um pronunciamento nesta quinta-feira (25.03), que o Estado vai estender a quarentena mais rígida até o próximo dia 31 de março. Com isso, Pernambuco completará 14 dias seguidos de medidas restritivas em todo o território.

O governador comunicou ainda que já a partir do dia 1º será colocado em prática um novo plano de convivência com a pandemia da Covid-19, com regras válidas até o dia 25 de abril.

“As atividades econômicas poderão reabrir das 10h às 20h nos dias de semana, e das 9h às 17h aos sábados, domingos e feriados. As praias voltarão a ter atividades físicas individuais permitidas, e a volta às aulas estará liberada a partir do próximo dia 5 de abril, para a rede privada e para o ensino médio da rede estadual”, detalhou Paulo Câmara sobre as novas medidas, esclarecendo também que as celebrações religiosas poderão voltar a acontecer, desde que obedecendo aos protocolos e horários pré-estabelecidos.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal