Avanço

Olinda vacina a partir de 68 anos e abre novo ponto de imunização no bairro de Peixinhos

É a terceira ampliação em faixa etária de público prioritário para vacinação contra a Covid-19, no intervalo de cinco dias. Prefeito Lupércio fez o anúncio nas redes sociais.

Olinda realiza a terceira ampliação em faixa etária de público prioritário para vacinação contra a Covid-19, no intervalo de cinco dias. O prefeito professor Lupércio, informou nas redes sociais no final da noite da terça-feira, 23 de março, que os idosos a partir de 68 anos já podem fazer o agendamento.

Vacinação tem início nesta quarta-feira, 24 de março. Cidade passa a ter mais um ponto de imunização, que vai funcionar no CAIC de Peixinhos, com equipes vacinando das 9h às 16h.

Leia também:
>>> Prefeito de Olinda participa de reunião para compra de vacinas da Covid-19

A Prefeitura iniciou a vacinação para os quilombolas do município, desde o último domingo, 21 de março. A imunização simbólica ocorreu, no Terreiro da Xambá e contou com a presença do Prefeito de Olinda, Professor Lupércio e do Governador do Estado, Paulo Câmara. O terreiro fica localizado na Rua Severina Paraíso da Silva, n.° 65, no bairro de São Benedito.

Toda população declarada quilombola, pelo Quilombo Portão de Gelo será imunizada, independente da idade. De acordo com  o babalorixá do terreiro, Pai Ivo do Xambá, lista aproximadamente 2500 pessoas declaradas quilombolas no território, com idades entre 18 e 90 anos. O quilombo do Portão do Gelo recebeu esse título pela Fundação Palmares, em 2006, sendo classificado como o 2º quilombo urbano do Brasil.

A vacinação contra Covid-19 em Olinda segue através de agendamento pelo no site da Prefeitura www.olinda.pe.gov.br. São cinco pontos de vacinação. No Shopping Patteo, a imunização é no formato drive thru e acontece de 9h às 17h.  

Pandemia no Brasil

O Brasil registrou, nesta terça-feira (23), um novo recorde do número diário de mortes por covid: 3.251, segundo dados enviados pelos estados ao Ministério da Saúde e ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). Pela primeira vez, desde o início da pandemia, o país ultrapassa 3 mil óbitos causados pela doença em apenas um dia.

Só o Estado de São Paulo registrou 1.021 mortes pela doença nas últimas 24 horas, também alcançando um novo recorde. O número total de novos casos diagnosticados foi de 82.493. 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal