Protesto

CUT, Sindsprev e outras centrais sindicais pedem fora Bolsonaro, em manifesto

Ato acontece em alusão ao Dia Nacional de Luta em Defesa da Vida, da Vacina e do Emprego. Categoria também defende o retorno do auxílio de R$ 600.

Em uma publicação nas redes sociais, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Estado de Pernambuco (Sindsprev) convocou todos os profissionais da categoria para se realizar um manifesto, nesta quarta-feira, 24 de março, com o objetivo de cobrar dos parlamentares a garantia da vacinação para todos os trabalhadores. O ato, por conta da pandemia da Covid-19, será realizado de forma virtual e o sindicato pede que os trabalhadores assinem uma petição virtual disponível no site Na Pressão.  Além do Sindsprev, outras centrais sindicais e a Central única dos Trabalhadores (CUT) participam do dia de luta.

De acordo com a postagem no perfil oficial do sindicato, a manifestação foi articulada em meio à irresponsabilidade do Governo Federal que levou o país ao pior colapso sanitário e hospitalar de sua história, com mais de três mil mortes diárias em decorrência da Covid-19. O ato faz alusão ao Dia Nacional de Luta em Defesa da Vida, da Vacina e do Emprego.

“Neste momento, nossa luta é para dirimir os estragos que a falta de políticas públicas está fazendo com nossa população, priorizando a vacinação aos trabalhadores dos serviços de fato essenciais e permitindo que mais e mais pessoas utilizem o trabalho remoto. Por isso, é importante que toda a categoria se junte a esta mobilização, para somarmos força e energia no combate à pandemia e ao negacionismo”, convocou o coordenador-geral do Sindsprev-PE, Luiz Eustáquio.

Leia também:
>>>Bolsonaro aciona STF contra decretos de lockdown de governadores

Pandemia em Pernambuco

Governo de Pernambuco confirmou na última terça-feira, 23 de março, 64 novas mortes por conta da Covid-19. Com o novo recorde, o Estado conta com 11.762 vítimas que perderam a sua vida para a doença. De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o número registrado em 24 horas é o maior do ano de 2021.

O Boletim divulgado pela gestão estadual informou que as mortes por Covi-19 ocorreram entre o dia 20 de agosto de 2020 e a segunda-feira, 22 de março de 2021. Além das mortes, Pernambuco confirmou mais 2.172 casos confirmados do novo coronavírus.

Os casos da Covid-19 estão distribuídos em todas as cidades do estado e o arquipélago de Fernando de Noronha. Para conter os avanços da Covid-19, o Governo do Estado vem tomando medidas duras para conter aglomerações e circulação de pessoas nas ruas. Até o próximo domingo, 28 de março, o Estado vive uma quarentena mais rígida em todos os municípios pernambucanos. Apenas serviços considerados essenciais podem funcionar em Pernambuco.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal