Opinião

Armando Monteiro: “Na quarentena, pernambucanos precisam de mais presença do Estado”

Medida foi adotada pelo Governo do Estado com o objetivo de frear os impactos da pandemia do novo coronavírus nas cidades pernambucanas.

Por meio de suas redes sociais, o ex-senador Armando Monteiro comentou o início da quarentena em Pernambuco. Segundo Armando, “para atravessar este momento, os pernambucanos precisam mais do que nunca da presença do Estado, em todas as áreas”, com atenção prioritária à população mais vulnerável.

Ele diz ainda que se espera uma postura correta dos governantes, pois “não é hora de partidarismos estreitos e nem de qualquer forma de discriminação”, escreve.

Leia íntegra da nota: 

 Sobre o início da quarentena em Pernambuco:

Pernambuco inicia hoje um período de medidas restritivas mais rigorosas com impactos profundos na rotina da população e no ambiente de nossa economia. O drama enfrentado pelo sistema de saúde do Estado, com o número crescente de contaminações e mortes por COVID-19, justifica tais medidas.

 A vida, claro, vem sempre em primeiro lugar.

 Porém, para atravessar este momento, os pernambucanos precisam mais do que nunca da presença do Estado, em todas as áreas. Na própria saúde, na educação, transporte público, no abastecimento d’água, no apoio aos micro e pequenos empresários e, sobretudo, na atenção prioritária à população mais vulnerável.

 O que se espera também do Estado é uma postura correta dos governantes. Não é hora de partidarismos estreitos e nem de qualquer forma de discriminação.

 É tempo de nos unirmos, de sermos mais conscientes e solidários.

Ver mais:

>> Armando Monteiro Neto confirma filiação ao PSDB-PE

>> Armando Monteiro Neto é formalmente filiado ao PSDB-PE

Da redação do Portal com informações da assessoria de Armando Monteiro

Posicionamento

O ex-senador Armando Monteiro falou sobre o novo ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga, tem como grande missão mudar a cabeça do próprio Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo Armando, Bolsonaro já foi inclusive apontado como o pior líder global na condução do enfrentamento à pandemia.

Armando, Armando sobre novo ministro da Saúde: “grande missão é mudar cabeça do Presidente”
Foto: Divulgação

Em suas redes sociais, o tucano escreveu:

“A grande missão do novo ministro Marcelo Queiroga, e aí vai um crédito p/ a sensibilidade nordestina, é que consiga mudar a cabeça do próprio Presidente, tarefa reconhecidamente quase impossível. Esse é o maior desafio para vencermos o caos reinante no enfrentamento da pandemia”.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal